Tamanho do texto

Mesmo jovens, jogadores da equipe carioca já possuem coleção de títulos internacionais no currículo

Se durante o Campeonato Brasileiro o torcedor do Fluminense só teve a oportunidade de ver Deco, Conca, Fred e Emerson juntos em ação por pouco mais de meio tempo diante do São Paulo, na Copa São Paulo de Futebol Júnior o técnico Mário Marques terá o privilégio de escalar já na estreia contra o Sertãozinho, nesta quarta-feira, às 16h, em Taubaté, outro quarteto que pode dar o que falar na luta do clube das Laranjeiras pelo hexacampeonato da competição.

Se o camisa 10 Wellington Nem e o camisa 11 Matheus Carvalho chegam à Copinha credenciados por terem feito parte do grupo campeão brasileiro em 2010, o atacante Rafael Pernão e o meia Mario Junior não ficam atrás e apresentam no curto currículo o título mundial sub-15, em 2008, conquistado em cima do Atlas, do México, em pleno Old Trafford, na Inglaterra.

Mas a força do Fluminense não se restringe apenas ao setor ofensivo. Na defesa, dois outros destaques de Xerém: o goleiro Silézio, exímio pegar de pênaltis, e o zagueiro Wellington, outros remanescente do time campeão mundial em 2008 que eliminou nada menos do que o Manchester United na semifinal.

Segundo maior campeão da história da competição, com cinco conquistas (71,73, 77, 86 e 89) e com uma geração para lá de vitoriosa, o Fluminense entra na competição como um dos fortes candidatos ao título. Depois da estreia contra o Sertãozinho, o time das Laranjeiras enfrenta o Nacional (AM), no sábado (08/01), às 10h, e o Taubaté, que sediará o grupo, terça-feira (11/01), às 16h.

Apesar de contar com cinco campeões mundiais sub-15, em 2008, e outros jovens talentosos, a grande promessa do Fluminense na competição é o atacante Matheus Carvalho. Natural de Niterói, no Rio de Janeiro, o camisa 11 foi muito elogiado por Muricy ramalho durante a temporada de 2010. Apesar disso, o atacante de apenas 18 anos se machucou e teve poucas oportunidades no time profissional.

Outro que tem tudo para brilhar é o meia Wellington Nem. Com passagens pela Seleção Brasileira Sub-15, Sub-17 e Sub-19, o camisa 10 do Fluminense é um dos mais experientes do elenco e uma das principais apostas do técnico Mário Marques na busca pelo sexto título da competição.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.