Tamanho do texto

Abel reconhece que momento é bom, considera oscilação de Lanzini normal e diz que Deco é diferenciado

nullO Fluminense demorou demais a engrenar no Brasileirão, mas, aos poucos, o time de Abel Braga começa a lembrar, ainda que de longe, o campeão do ano passado. É verdade que é cedo para pensar em título, mas a mudança de atitude do elenco após a derrota para o Botafogo e a entrada de alguns jogadores na equipe, como Leandro Euzébio e Lanzini , recolocaram o clube das Laranjeiras no caminho das vitórias.

Veja também: Em noite inspirada de Fred, Fluminense vence Avaí

Como frisou Fred terça-feira, o objetivo do grupo no momento é manter-se na zona da Libertadores. Abel concorda e, por enquanto, quer pensar apenas jogo a jogo. No entanto, o técnico reconhece o bom momento do time e, mesmo que discretamente, já projeta dias melhores.

“Vamos brigar pela próxima vitória. A recuperação é muito curta, o próximo jogo é perto e a ideia é pensar jogo a jogo. O campeonato é muito igual, complicado e cada jogo é uma história. Mas se conseguirmos manter esse aproveitamento de cinco vitórias a cada seis jogos, nós vamos chegar”, afirmoul.

Veja também: A classificação atualizada do Brasileirão

Mas não foi só a mudança de atitude que fez o Fluminense crescer na competição. O treinador também tem seus méritos. Sem medo de ousar, o treinador não repetiu a mesma escalação uma vez sequer desde que estreou no comando da equipe, dia 12 de juho, na derrota por 2 a 0 para o Corinthians , no primeiro turno.

De lá para cá, Abel testou quase todo o elenco até acertar. O primeiro sinal de melhora veio com a inesperada entrada do argentino Lanzini na vitória sobre o Figueirense , no Rio de Janeiro. Ainda assim, a equipe patinou nos três jogos seguintes até se encontrar de vez contra o São Paulo , já com Leandro Euzébio de volta à zaga ao lado de Gum .

Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos

Daí em diante, o time encaixou, e com exceção do tropeço em Pituaçu , domingo passado, contra o Bahia , só conheceu vitórias. Foram cinco ao todo, que garante ao campeão brasileiro a melhor campanha do returno. Nem a oscilação da jovem promessa argentina parece preocupar o técnico Abel para a sequência da competição.

“O Lanzini começou muito bem, mas é normal essa oscilação. E vocês têm um pouco de culpa nisso (risos). Depois de três ótimas partidas, a imprensa só falou dele e o chamou de 'a jóia argentina'. Ele tem talento, mas é muito jovem e tem muito o que evoluir ainda. Eu conversei com ele e já disse que agora todos o conhecem e daqui em diante a marcação sobre ele será forte e individual”, explicou Abel.

Porém, para sorte do torcedor tricolor, Abel não depende somente de Lanzini. Com um elenco à disposição capaz de causar inveja a qualquer treinador do país, o técnico do Fluminense terá os reforços de Deco , Diguinho e Araújo na reta final do Brasileirão. O primeiro, inclusive, entrou contra o Avaí e já ganhou elogios do comandante.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba notícias do time em tempo real

“Eu sempre disse para vocês que considero o Deco um dos jogadores tops do Brasil. Ele está entre os melhores junto com Damião , Neymar , Ganso , Fred e Ronaldinho Gaúcho . A categoria dele é diferente e impressionante. Só em contar com o Deco no banco já é uma opção fantástica para mim”, disse Abel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.