Tamanho do texto

Técnico disse que não tem vontade de rebater as críticas sobre seus fracassos em competições de mata-mata

Quatro vezes campeão brasileiro, o técnico Muricy Ramalho há tempos convive com questionamentos ao seu desempenho em torneios de mata-mata. O assunto costuma irritar o treinador, que lembra ter conquistado vários títulos neste formato, exceto a Copa Libertadores da América.

Mesmo tendo levado o Santos à final da Libertadores deste ano, Muricy nega que ganhar o título desta competição seja uma forma de calar os seus críticos: "Acho que não (é uma resposta aos críticos). Nesse ponto da minha carreira não estou mais na fase de estar respondendo as pessoas. Quando você é mais jovem, até tem aquele impulso de dizer: 'eu falei, eu estava certo, vocês (jornalistas) não sabem nada. Às vezes, para alguns, isso é verdade. Mas não deixa de ser uma grande bobagem", disse.

Segundo o treinador santista, a experiência fez com que ele soubesse lidar melhor com a pressão sobre o seu trabalho: "Como eu falei, estou em outra fase da minha vida, querendo satisfazer ao meu clube e a mim mesmo. A minha satisfação mudou. O meu objetivo não é provar nada a ninguém. Quero ganhar título, independentemente do campeonato que a gente esteja disputando", comentou.

Para Muricy Ramalho, vice-campeão da Libertadores em 2006, perdendo a final com o São Paulo para o Internacional, a cobrança em cima de resultados sempre vai existir. O comandante alvinegro ainda criticou a chamada 'cultura do futebol brasileiro' de ter que ganhar sempre para não ter o seu trabalho contestado.

"As pessoas deveriam olhar o currículo, ver o que você conseguiu. Mas eles vem preparados para meter o pau. Não deveria ser assim, mas é. No entanto, estou em mais uma final, queiram ou não. Ganhei o Brasileirão do ano passado, o Campeonato Paulista desse ano e estou em outra final. Só que, seja em qual clube eu estiver, vai ser assim até o final da minha carreira. Por isso, eu não fico mais preocupado. Se ganhar a Libertadores vou festejar, comer uma pizza com a minha mulher e os meus filhos", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.