Tamanho do texto

Treinador do Real Madrid afirma que erros do tipo não podem acontecer contra uma grande equipe

O Barcelona ampliou seu domínio recente contra o Real Madrid e venceu o superclássico espanhol por 2 a 1 nesta quarta-feira , após sair perdendo no Santiago Bernabéu. O novo revés, desta vez pela partida de ida das quartas de final da Copa do Rei, voltou a incomodar o técnico José Mourinho, que lamentou as falhas defensivas que resultaram nos gols adversários.

Leia também: Michel Teló embala vitória do Barcelona sobre o Real Madrid. Veja

"Nós buscamos marcar primeiro para assumir o controle e ter mais espaço. Queríamos deixar o adversário com dificuldades, mas falhamos na bola parada. O Barcelona é uma grande equipe e nós não poderíamos ter cometido erros defensivos. Esperávamos ter uma melhor chance de lutar com a vantagem por 1 a 0, mas levamos um gol no início do segundo tempo e o Barcelona cresceu e passou a dominar a partida", analisou Mourinho.

O gol que mais irritou o técnico foi o de Puyol , que apareceu livre na área do Real Madrid após cobrança de escanteio e cabeceou de peixinho para o fundo das redes para igualar o placar. Após esse tento o Barcelona melhorou na partida e chegou à virada com Abidal , que aproveitou nova brecha defensiva dos merengues.

Com a derrota por 2 a 1 o Real Madrid terá que fazer pelo menos dois gols no Camp Nou, na próxima quarta-feira, para ter chance de se classificar para a semifinal da Copa do Rei. A missão é considerada difícil por Mourinho, mas o técnico lembrou que a competição não é a prioridade do clube.

"O confronto está aberto, mas está difícil, para não dizer muito difícil. Já dizia antes que o Campeonato Espanhol é a nossa prioridade. A partida contra o Mallorca (no último fim de semanha, pela Liga) era mais importante que esta", afirmou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.