Tamanho do texto

Alecsandro e Bernardo, com 2 gols cada, foram os destaques. Juninho, Leandro, Douglas e Allan completaram o placar

AFP
Juninho foi um destaques do jogo dando assistências para gols e marcando o seu de pênalti
O Vasco operou o que para muitos era milagre e conseguiu a classificação na Copa Sul-Americana . Mesmo com um time misto, o campeão da Copa do Brasil goleou o Aurora, na noite desta quarta-feira, em São Januário, por 8 a 3. Bernardo e Alecsandro , com dois gols cada, foram os destaques da partida. O atacante, depois de perder um gol feito que resultou no contra-ataque e no empate do time boliviano no primeiro tempo, balançou a rede mais duas vezes e deu passe para o quarto, marcado por Leandro.

No primeiro jogo, na altitude de Cochabamba, o Aurora ganhou por 3 a 1, obrigando os vascaínos a vencer por 2 a 0 ou por três gols de diferença. Juninho, Douglas e Allan completaram o pacar para o cruzmatino. Agora, as atenções se voltam para o Campeonato Brasileiro . Domingo, o líder da competição, com 57 pontos, recebe o São Paulo , às 16h, em São Januário.

Bernardo fez dois gols na goleada do Vasco contra o Aurora
AE
Bernardo fez dois gols na goleada do Vasco contra o Aurora

O jogo
O Vasco nem parecia que tinha entrado em campo com uma formação mista. Com um esquema ofensivo, o técnico Cristóvão Borges pediu que o time fosse à frente logo nos primeiros minutos para chegar ao primeiro gol.

Com Juninho de volta e Bernardo no meio de campo, o ataque tinha ainda Leandro e Alecsandro. Assim, a todo instante a bola rondou a área do Aurora. Bernardo, em duas oportunidades, assustou.

No primeiro lance, de cabeça, testou por cima do travessão uma falta cobrada por Juninho da direita. O meia levou as mãos à cabeça, sem acreditar no gol que perdera. Mas, aos 8 minutos, ele recebeu de Fágner na área, driblou dois marcadores e chutou forte: a bola explodiu no travessão antes de entrar: 1 a 0.

O gol acendeu o time vascaíno, que se lançou ao ataque na tentativa de marcar o segundo e assegurar a classificação. E o gol teria vindo não fosse a displicência de Alecsandro. O atacante recebeu lançamento de Juninho, invadiu a área, ficou sozinho com o goleiro, mas perdeu o tempo da bola, permitindo a chegada do camisa 1 do Aurora.

Pior foi ver o contra-ataque do time boliviano. Na sequência, Andaveris empatou: 1 a 1. A torcida, irritada, responsabilizou Alecsandro, xingado a plenos pulmões. Elton, no banco, teve o nome gritado pelos torcedores.

Alecsandro passou a ser perseguido. Precisava se redimir. E as pazes com o torcedor só viria com gols. O atacante teve duas chances logo depois do empate da equipe boliviana. Numa delas, acertou o travessão numa cabeçada. Até que, aos 38, Juninho cobrou outra falta da direita na cabeça do atacante, que desta vez não desperdiçou. Bola no fundo da rede.

Para facilitar a vida vascaína, Galindo foi expulso no lance que deu origem à falta batida por Juninho. Com um homem a mais e disposto a recuperar o prejuízo, o camisa 9 pedia todas as bolas. Assim, aos 44, Julinho cruzou da esquerda e Alecsandro, novamente de cabeça, fez o terceiro. O resultado levava a decisão para os pênaltis.

Entre na Torcida Virtual do Vasco e comemore a goleada

Levava, mas não foi preciso. Em outra jogada com a participação de Alecsandro, Leandro marcou o quarto gol, aos 3 minutos do segundo tempo. Foi o primeiro gol do atacante com a camisa do Vasco. O jogador chegou ao clube em março e jamais havia balançado a rede.

O Vasco, mesmo com o placar de 4 a 1, continuou pressionando. E chegou ao quinto, num pênalti cobrado por Juninho Pernambucano. Peña descontou também de pênalti para os bolivianos. Mas Bernardo, em outro golaço, marcou o sexto. O meia ajeitou com a perna esquerda e acertou a bola no ângulo direito do goleiro: 6 a 2. O zagueiro Douglas ainda marcaria o sétimo aos 37. Quando parecia que terminaria 7 a 2, Segovia, aos 42, descontou novamente. Mas Allan, aos 48, deixou o Vasco em vantagem e deu números finais à goleada.

FICHA TÉCNICA DE VASCO 8 X 3 AURORA
Local
: São Januário, Rio de Janeiro
Data : 26 de outubro de 2011
Horário : 19h10 (de Brasília)
Árbitro : Julio Quintana (PAR)
Auxiliares : Rodney Aquino (PAR) e Darío Gaona (PAR)

GOLS:

Vasco : Bernardo, aos 9 minutos do primeiro tempo; Alecsandro, aos 38 e 44 do primeiro tempo;  Leandro, aos 4 do segundo, Juninho, aos 24; Bernardo, aos 32; Douglas, aos 37; e Allan, aos 48

Aurora : Andaveris, aos 16 do primeiro tempo; Peña, aos 26 do segundo tempo; e Segovia, aos 42

Cartões amarelo: Galindo

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Douglas e Julinho; Nilton, Felipe Bastos, Juninho Pernambucano e Bernardo; Leandro (Allan) e Alecsandro
Técnico : Cristovão Borges

AURORA: Lans; Pena, Zendeno, Mendez, Barba (Sanjurjo) ; Robles, Galindo, Edson Zenteno e Segovia; Reinoso e Andavelez
Técnico: Julio Baldivieso