Tamanho do texto

Local servirá para abrigar uma esplanada multiuso, além do novo estacionamento coberto do estádio

As reformas no Estádio do Mineirão continuam em ritmo acelerado. Enquanto em São Paulo prossegue a indefinição sobre o início das obras do Fielzão e também sobre qual estádio paulista poderá receber as partidas da Copa das Confederações , em 2013, em Belo Horizonte as obras continuam aceleradas. Dentro do estádio, já foram derrubados a antiga geral, a arquibancada inferior, lojas, escritórios e bares, num total de 95% de área demolida. Externamente, as obras já chegaram aos 50%, no espçao onde será construída uma esplanada multiuso, que irá circundar o estádio.

“Os trabalhos de demolição e fundação demandam um bom tempo para execução. Quando entrarmos na modernização propriamente dita todos vão se surpreender com a rapidez da evolução”, explica Ricardo Barra, diretor presidente da Minas Arena.

Boa parte da área interna do Mineirão já foi demolida. Previsão é que o estádio fique pronto em 2012
Divulgação
Boa parte da área interna do Mineirão já foi demolida. Previsão é que o estádio fique pronto em 2012

Um total de 300 operários trabalham atualmente nas obras das reformas do Mineirão. Está previsto para o começo de 2012 que este número chegue a 2.000 funcionários. “O Mineirão será o primeiro estádio pronto para a Copa. Faremos a reinauguração no dia 31 de dezembro de 2012 e isso vai nos credenciar a ter papel importante na Copa das Confederações, em 2013”, conclui o secretário Extraordinário da Copa, Sergio Barroso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.