Tamanho do texto

Argentino reconhece favoritismo, mas lembra eliminação do Internacional como lição para não relaxar

selo

Anunciado nesta segunda-feira como finalista ao prêmio de melhor jogador do mundo de 2011 da Bola de Ouro da Fifa , Messi afirmou que o Barcelona entrará no Mundial de Clubes da Fifa , neste mês, no Japão, com a "responsabilidade de ganhar" o título da competição. Em entrevista ao site da entidade que controla o futebol mundial, o craque argentino admitiu o favoritismo do time espanhol, que é considerado o melhor da atualidade.

"Sempre temos a responsabilidade de ganhar. Eu diria que é um torneio importantíssimo e que, como em todos os casos, tentaremos erguer a taça. Não se pode esquecer de que, no último no Mundial de Clubes, parecia que os dois favoritos chegariam à final, mas o Internacional perdeu contra o Mazembe. Por isso, não podemos relaxar", afirmou Messi, em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo site da Fifa.

Confira os confrontos do Mundial de Clubes da Fifa no Japão

O argentino ressaltou que está ansioso com a possibilidade de voltar a ganhar o Mundial, depois de ter conquistado o título da competição em 2009, quando o Barcelona venceu o Estudiantes, da Argentina, na decisão. "Sabemos que disputar um Mundial de Clubes é algo maravilhoso. É um torneio importante para nós, principalmente pela lembrança que ficou da última vez que o jogamos. Temos muita vontade de reviver aquele momento e de comemorar da mesma maneira", enfatizou.

Messi lembrou a eliminação do Inter, eternizada pela comemoração estranha do goleiro Kidiaba
Getty Images
Messi lembrou a eliminação do Inter, eternizada pela comemoração estranha do goleiro Kidiaba
E nem a temporada desgastante vivida pelo Barcelona abala a confiança de Messi, que antes de jogar o Mundial terá o Real Madrid pela frente, no próximo sábado, em clássico pelo Campeonato Espanhol . "Nós sabemos das nossas capacidades e até onde podemos chegar dentro de campo. É bem verdade que são muitos jogos. Nunca é fácil jogar tantas vezes seguidas e sempre no mesmo nível. Estão falando muita coisa, mas isso não importa para nós. Estamos muito tranquilos. Como disse, ninguém conhece a capacidade desta equipe tanto quanto nós mesmos", avisou.

O astro argentino ainda ressaltou que será importante conquistar um bom resultado diante do Real Madrid, no Estádio Santiago Bernabéu, e assim ganhar ainda mais confiança para o Mundial. "Vai ser um jogo especial. Obviamente, é muito importante sair dele com um bom resultado. Se isso acontecer, vai ser uma injeção de ânimo para o resto do ano. Porém, se for o contrário, não vamos ter muito tempo para relaxar, porque logo em seguida vem a viagem ao Japão, que também é muito importante para nós", acrescentou.

Já ao comentar a chance de ser eleito o vencedor da Bola de Ouro da Fifa pelo terceiro ano consecutivo, Messi deixou esta possível honraria em segundo plano ao lembrar que está focado em ganhar novos títulos pelo Barcelona . "Como sempre disse, é maravilhoso receber prêmios individuais. Principalmente este, que tem muita importância, muito prestígio. Mas o que mais me interessa é que minha equipe ganhe jogos e títulos. E é por isso que muitos companheiros meus estão na lista (de indicados ao prêmio), como tem acontecido nos últimos anos", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.