Tamanho do texto

Meia relembrou flerte com o Palmeiras, mas que "não podia deixar passar" proposta corintiana

Uma semana depois do início da pré-temporada corintiana, o Corinthians apresentou o meia Vitor Junior , de 25 anos, que atuou no Atlético-GO no Campeonato Brasileiro. Na sua primeira entrevista como jogador do clube do Parque São Jorge o jogador respondeu sobre o quase acerto com com o Palmeiras no final do ano, mas que a proposta recebida do Corinthians não poderia ser deixada de lado.

Vitor Junior foi apresentado no Corinthians
AE
Vitor Junior foi apresentado no Corinthians
Leia também: Impasse de Montillo pautou apresentação de reforços no Corinthians

"Quando vi que era o Corinthians, não pensei em outros clubes. Era essa a oportunidade que vinha buscando, de jogar num time grande e no maior time do Brasil, com a melhor estrutura do país. Eu não podia deixar passar essa oportunidade", disse Vitor Junior, que chegou a assinar um pré-contrato com o Palmeiras. "Logo depois veio do Corinthians, que estava na ponta da tabela e foi só isso que eu pensei com meu pai (e empresário). Foi a melhor decisão com certeza", completou.

E mais: Quarta opção, Renan será emprestado

Dos cinco reforços que o Corinthians contratou neste ano, Vitor Junior é quem tem mais sido observado nos treinos coletivos. Ele sempre foi escalado no time reserva das atividades desde segunda-feira e deve estar relacionado para o amistoso contra o Flamengo, domingo, em Londrina. Entre os outros reforços, Giilsinho e Felipe ainda não figuraram em nenhum formação, nem mesmo reserva. Elton já entrou no time reserva, mas somente quando Adriano substituiu Liedson. Cássio faz revezamento com os outros três goleiros.

Confira ainda: Corinthians vence disputa com Palmeiras e contrata Vitor Júnior

Por causa do bom início, mesmo que entre os reservas, Vitor Junior espera estar na lista dos 25 jogadores que poderão disputar a primeira fase da Libertadores. "Estou feliz com esse início, estou podendo mostrar meu trabalho e espero convencer a comissão técnica para eu estar na lista da Libertadores. Mesmo assim quero jogar todas competições e ajudar sempre", disse o meia, que tenta apagar a má imagem que deixou na outra oportunidade que teve de defender um grande paulista.

Em 2007, contratado pelo Santos, Vitor Junior não teve uma boa sequência de jogos e acabou não entrando na lista que disputou a Libertadores daquele ano. "Eu era moleque, não tive oportunidades e acabei não rendendo. Agora estou mais maduro, com 25 anos, e espero poder jogar minha primeira Libertadores", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.