Tamanho do texto

Depois de confessar, Jacob Mellis, de apenas 21 anos de idade, foi dispensado pelo dono e magnata russo Roman Abramovich

Jacob Mellis, ex-meia do Chelsea
AP
Jacob Mellis, ex-meia do Chelsea
O meio-campista inglês Jacob Mellis, que passou por todas as categorias de base do Chelsea e que estava treinando com a equipe principal do time inglês, foi demitido por ter atirado uma espécia de granada de fumaça no CT do clube no dia 2 de março. Naquela ocasião, a bomba causou um princípio de incêndio no local e os bombeiros foram acionados para conter as chamas.

Leia as últimas notícias sobre o Chelsea

Mellis, de apenas 21 anos de idade, confessou que atirou o artefato e, de imediato, foi demitido do Chelsea pelo russo e dono Roman Abramovich. O cúmplice do meio-campista, Billy Cliford, que levou a granada para o CT, sofreu uma pena mais branda através de uma multa e não foi dispensado.

NO BLOG: Portugueses ficam irritados com fingimento de Drogba. Assista

O jovem havia chegado no Stamford Bridge em 2007 e fez sua estreia pelo time profissional do Chelsea em novembro de 2010, no duelo contra o Zilina, pela Liga dos Campeões. Jacob Mellis também já atuou no Southampton e no Burnley, em ambas oportunidades emprestado pelo Chelsea. O Burnley, inclusive, deve ser o destino do meia.

Não é o primeiro incidente surreal que acontece no CT do Chelsea nos últimos meses. Em fevereiro deste ano, o lateral esquerdo Ashley Cole fez um disparo acidental com seu rifle de ar e feriu levemente um estudante que estava visitando o clube naquele dia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.