Tamanho do texto

Atleta do Vélez Sarsfield acha que Argentina pode surpreender o Brasil, favorito em Belém

Apesar das limitações técnicas apresentadas no jogo de ida em Córdoba , a Argentina segue confiante em derrubar o Brasil e conquistar o título do Superclássico das Américas. Na visão do volante Augusto Fernández , o ideal é manter a tática ofensiva apresentada no confronto passado.

Como a primeira partida terminou empatada por 0 a 0, o confronto está aberto. O país que vencer nesta quarta-feira à noite, no estádio Mangueirão, em Belém, garante a taça. Se houver outra igualdade, a decisão vai para os pênaltis .

"Temos que atacar nosso adversário desde o início do mesmo jeito que fizemos em Córdoba. Vamos disputar a bola e machucá-los desde o primeiro minuto", prega Augusto Fernández.

Na capital paranaense, o técnico Alejandro Sabella tem a oportunidade de melhorar o sistema de criação da Argentina. Ele convocou, desta vez, opções que atuam no Campeonato Brasileiro. A novidade no time titular deve ser Montillo , do Cruzeiro .

Outra opção para aumentar a qualidade das jogadas ofensivas seria D'Alessandro , do Internacional . Porém, o jogador não ficará à disposição na partida em função de problemas físicos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.