Tamanho do texto

Time paulista tem 41 pontos e as chances do time se livrar do rebaixamento com isso é de 42%, segundo Tristão Garcia

O técnico Luiz Felipe Scolari adotou o discurso de que o Palmeiras precisa de uma vitória nesta reta final do Campeonato Brasileiro para se livrar definitivamente do risco de rebaixamento. No entanto, mesmo se mantiver a péssima fase até o término da competição, o time tem chance de escapar da degola.

Palmeiras está perto da zona de rebaixamento. Veja como está a tabela do Brasileirão

O matemático Tristão Garcia, que analisa os cálculos de cada clube no certame nacional, explica que existe a hipótese de o Palmeiras se manter na elite com sua pontuação atual, mas alerta para os riscos.

"Hoje, a chance de um time qualquer escapar com 41 pontos é de 42%. É arriscado, mas o Palmeiras teria de perder nove jogos seguidos, sendo que se já foram quatro. Nem o América-MG tem nove derrotas seguidas", avaliou o matemático, em contato por telefone.

Leia também: Marcos Assunção afirma que time precisa buscar forças do além

Com quatro derrotas seguidas no Brasileirão, o Palmeiras ocupa o 13º lugar, com 41 pontos. Apesar da chance de o time de Palestra Itália sobreviver com os números atuais, Tristão Garcia concorda com a projeção feita por Felipão para eliminar qualquer risco.

"Provavelmente, o número sem discussão será 44 ou 45. Nesta semana, o número é 45, mas, na passada, era de 44. Pode até escapar com menos que isso", acrescentou. Tristão Garcia explicou que os confrontos diretos entre os times de baixo ajudam o Palmeiras a correr menos risco.

"Há dois times em estado terminal (América-MG e Avaí ). Atlético-PR , Cruzeiro e Ceará vão ter jogo entre eles. Há 99% de chance de um deles escapar, não caem os três. Quem ganhar entre eles sai. É difícil todo mundo passar pelo Palmeiras, e olha que o Palmeiras vem fazendo de tudo", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.