Tamanho do texto

Para capitão do Botafogo, time pecou na má pontaria e sentiu a falta de entrosamento com os desfalques

Um dos quatro titulares que entraram em campo contra o Boavista, o volante Marcelo Mattos lamentou o empate sem gols com o time de Saquarema , que assumiu a liderança do Grupo A, com dez pontos. Para o jogador do Botafogo , a falta de pontaria e entrosamento acabaram sendo os principais fatores pelo resultado que valeu ao clube de General Severiano a liderança do Grupo B.

“Só faltou o gol. Nós criamos várias chances, fomos pouco ameaçados, mas pecamos na hora das finalizações. Infelizmente perdemos muitos jogadores e o time que entrou em campo hoje (sábado) nunca jogou junto e sentiu um pouco a falta de entrosamento”, lamentou.

Com dez pontos em cinco jogos no Grupo B, o time alvinegro pode sair da zona de classificação se o Fluminense derrotar o Vasco, neste domingo, no Engenhão. Capitão alvinegro no empate sem gols com o Boavista, Marcelo Mattos disse que o time não pode se abater com o resultado.

“Temos que seguir trabalhando, pois teremos o Resende e o Flamengo nos próximos dois jogos pelo Campeonato Carioca”, disse Marcelo Mattos, que pede concentração para o jogo contra o Paraná pela Copa do Brasil.

“Até quarta-feira temos que deixar o Carioca de lado e pensar apenas no Paraná. Será outro jogo complicado, mas teremos vários jogadores de volta”, concluiu o capitão do Botafogo.

O Botafogo deixa as atenções do Campeonato Carioca de lado e volta a campo nesta quarta-feira, contra o Paraná Clube, às 19h30 no estádio Durival de Brito, em Curitiba, pela Copa do Brasil, na estreia do técnico Caio Junior.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas