Tamanho do texto

Arena mexicana recebeu decisões de 1970 e 1986, enquanto estádio no Rio viu a final de 1950 e verá de 2014

A certeza de que a final da Copa do Mundo de 2014 seria no Maracanã era tão grande que, diferentemente de São Paulo , os operários das obras da reforma do estádio carioca nem pararam para acompanhar o anúncio dos locais dos jogos da maior competições de seleções do mundo, nesta quinta-feira, em Zurique, na Suíça, onde fica a sede da Fifa (Federação Internacional de Futebol).

Leia mais: Copa faz pazes com São Paulo e dá abertura e semi para a cidade

Porém, a confirmação da decisão faz com que o Maracanã se iguale ao estádio Azteca como os dois únicos palcos de duas finais de Copa do Mundo. A arena mexicana, localizada na Cidade do México, recebeu as decisões das Copas de 1970, vencida pela seleção brasileira, e da Copa de 1986, vencida pela Argentina. Já o Maracanã foi palco do ' Maracanazo ', quando a seleção brasileira perdeu a decisão para o Uruguai por 2 a 1. Agora, o estádio será novamente palco de uma final.

Um ponto que causou polêmica entre torcedores e pessoas ligadas ao mundo do futebol, a reforma estaria descaracterizando o antigo estádio. Porém, segundo a secretária de Esportes e Lazer, Márcia Lins, os cariocas terão uma surpresa com o resultado final das melhorias no Maracanã.

"Temos absoluta certeza do que a gente vai ver. Será uma mudança de paradigma, um estádio com a arquitetura charmosa dos anos 50, mas totalmente operado por instrumentos computadorizados, moderno, com tecnologia de ponta para som e luz. Não só aqui no Rio, mas o Brasil inteiro fica com aquele sentimento de pertencimento, de como vai ser, mas tenho certeza que esse novo Maracanã vai surpreender e será um equipamento de ponta no mundo inteiro por muitos anos", disse Lins.

Veja também: Casa da CBF, Rio terá jogo da seleção apenas em eventual final

Além de Brasil e México, Itália, França e Alemanha já receberam duas edições de Copas do Mundo. Na Itália, a decisão de 1934 foi realizada no estádio  Nazionale PNF , em Roma. Já a decisão de 1990, foi disputada no estádio Olímpico de Roma, onde originalmente ficava o antigo estádio, mas que foi inteiramente demolido para a construção da nova arena.

Leia também: Confira os horários e palcos dos jogos da Copa de 2014

Na França, a final da Copa de 1938 foi disputada no estádio Olímpico Yves-du-Manoir , na cidade de Colombes, com a tímida capacidade de 14 mil pessoas. Já o palco da Copa de 1998, quando a seleção francesa venceu o Brasil e conquistou seu primeiro título, foi o Stade de France, em Paris.

Veja mais: São Paulo espera mais de R$ 1 bi com a abertura da Copa na cidade

A Alemanha também não repetiu o estádio nas duas finais que sediou. Em 1974, quando a seleção da casa venceu a Holanda, a decisão foi disputada no estádio Olímpico de Munique. Já na final de 2006, entre Itália e França, o palco da final foi o estádio Olímpico de Berlim, construído em 1934 e restaurado para a final daquele ano.

Leia mais: Fifa muda tendência e deixa centro de imprensa longe da abertura

Além do Maracanã, a seleção brasileira também pode ser a primeira a chegar em duas finais de Copa do Mundo jogando em casa. Itália, França e Alemanha só conseguiram disputar a decisão em seus países em uma oportunidade.

Além da final da Copa do Mundo, o Maracanã também receberá a final da Copa das Confederações, em 2013. A previsão do governo do Rio é de que o estádio seja entregue em fevereiro de 2013. Segundo a concessionária que realiza as reformas no Maracanã, que passará a ter todos os lugares cobertos e continuará sendo o maior estádio do país, com capacidade para 75.117 torcedores, atualmente 25% das obras estão prontas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.