Tamanho do texto

Segundo o treinador, Uruguai está à frente na América do Sul, e Espanha, Holanda e Alemanha estão jogando melhor

CBF/Divulgação
Mano Menezes espera já ter definido o time na Copa das Confederações
A Copa do Mundo de 2014 ainda está um pouco longe. Até a bola rolar no novo Estádio do Corinthians, em 12 de junho, a seleção brasileira precisa galgar alguns degraus para atingir o nível das principais seleções. Na 21ª edição da festa Encontro do Esporte, na Sogipa, em Porto Alegre, o técnico Mano Menezes falou sobre o estágio em que o seu time está no cenário mundial.

Leia também: Mano divulga a lista de convocados para amistosos

"No momento não somos a melhor seleção do mundo. Os resultados mostram que os outros estão na frente. O ranking da Fifa retrata bem o momento. Na América do Sul, temos o Uruguai que é mais constante e tem um trabalho mais longo. Holanda, Espanha e Alemanha, a Holanda nem tanto, também, estão jogando um futebol que ainda precisamos chegar lá", analisou.

A classificação da Fifa coloca a Espanha na primeira posição, seguida de Holanda, Alemanha e Uruguai. Só então aparece o Brasil e logo atrás a Itália.

Tentando renovar o elenco em seu início de trabalho, o treinador vê o lado positivo e o negativo de não disputar as eliminatórias para o Mundial.

"Perdemos a competitividade por não jogar as eliminatórias. Mas desse modo poderemos fazer o nosso trabalho (de renovação) de maneira mais tranquila, com passos mais firmes. Temos os Jogos Olímpicos é uma etapa do processo. Quem jogar em Londres tem grandes chances de estar na Copa. Espero ter o time definido na Copa das Confederações", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.