Tamanho do texto

Técnico da seleção disse que procura convocar goleiros de faixas etárias diferentes e que tem suas convicções

Fábio foi preterido em nova convocação, mesmo vivendo grande fase no gol do Cruzeiro
Vipcomm
Fábio foi preterido em nova convocação, mesmo vivendo grande fase no gol do Cruzeiro
Nem mesmo a defesa na cobrança de pênalti que garantiu o empate do Cruzeiro contra o Deportes Tolima, nessa quarta-feira, parece ter impressionado o técnico da seleção brasileira, Mano Menezes. Mais uma vez, o treinador deixou de fora de sua lista o goleiro Fábio , grande destaque do time azul nas últimas temporadas.

Pelo grande desempenho na campanha que terminou com o vice-campeonato do Brasileirão passado, Fábio foi eleito o melhor goleiro da competição. Mesmo assim, o goleiro não esteve presente em nenhuma convocação de Mano Menezes desde que o treinador assumiu a seleção principal.

Durante a coletiva que marcou o anúncio da nova lista, Mano foi questionado sobre nova ausência de Fábio. “Estamos pensando na Copa América, estão Jefferson, Victor e Júlio César. Os três goleiros também estão muito bem. A gente procura não colocar todos dentro da mesma faixa etária porque algum deles pode ter alguma dificuldade de não render bem e você tem um projeto completo. O Fábio pode estar (entre os convocados), porque é um grande goleiro, respeito a opinião de todo mundo, mas tenho as minhas opiniões, tenho as minhas convicções e o que vai me dirigir nesta preparação são as minhas convicções”, justificou o técnico da seleção principal.

A falta de chances para Fábio incomoda a torcida cruzeirense. Ainda mais depois que o próprio treinador da seleção chegou a afirmar que o goleiro seria testado, no ano passado. “Acho o Fábio um grande goleiro e, sem dúvidas, ele vai receber uma chance”, afirmou o treinador em agosto do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.