Tamanho do texto

Meia do Atlético-MG quer esquecer a péssima temporada em 2011 e voltar a ser decisivo no ano que vem

AE
Depois de um ano praticamente na reserva, Mancini espera nova sequência de jogos como titular
Após um longo período fora do Brasil, o meia Mancini voltou para o Atlético-MG com a promessa de se firmar como um dos grandes jogadores do país. Entretanto, a torcida mineira se decepcionou ao ver as atuações abaixo da média que o atleta proporcionou com a camisa alvinegra, que acabaram inclusive custando a sua condição de titular na equipe.

Veja também: Didira e Cambalhota acertam rescisão e estão fora do Atlético-MG

Mesmo com as oportunidades que teve nesta segunda passagem pelo clube, Mancini culpou a falta de uma sequência de jogos em sua posição original como a grande responsável pelo desempenho aquém do esperado. O atleta acredita que poderá voltar a demonstrar seu melhor futebol se conseguir mais oportunidades na armação das jogadas na equipe titular.

Leia também: César Sampaio entende Pierre, mas mantém firmeza

"Falta uma sequência de jogos, que ainda não tive no Atlético. Tive a oportunidade de atuar quatro jogos seguidos, mas como lateral, depois de 10 anos. Gostaria de voltar a jogar na minha posição real", disse o meia-atacante, em entrevista à TV Alterosa.

Apesar do atleta acreditar no seu retorno aos titulares já na disputa do Campeonato Mineiro, a comissão técnica do Atlético-MG está disposta a trazer novos jogadores para o setor. Após a contratação de Danilinho ser oficializada pela equipe, o nome do argentino Escudero ganhou força no clube e poderá aparecer no próximo ano como a grande contratação do clube para a temporada.

Pouco abalado com a possível concorrência, Mancini está crente que poderá ajudar o Atlético-MG nos campeonatos que serão disputados em 2012 e se mostrou confiante em um ano melhor para todo o time. "Espero que seja diferente de 2011, porque as coisas nessa temporada foram muito difíceis, voltando do futebol italiano. Mas eu aposto que as coisas no ano que vem serão completamente diferentes."