Tamanho do texto

De acordo com o técnico, o time precisará de mais duas semanas de treinos para atingir condição ideal

O empate por 0 a 0 com o Botafogo de Ribeirão Preto, pela primeira rodada do Campeonato Paulista, sábado, no Estádio do Pacaembu, revoltou o torcedor do Palmeiras, que pediu a contratação de jogadores e vaiou a equipe. Porém, o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que o momento não é para cobranças, já que o time teve pouco tempo de preparação para a estreia no estadual.

"Não posso cobrar nada, de ninguém. Tivemos menos de 10 dias de preparação. Jogamos contra um time que está treinando há dois, três meses. Por mais esforço que se faça, as pernas não correspondem. Acho que fizemos um primeiro tempo de razoável para bom e naturalmente caímos no segundo tempo", afirmou.

De acordo com Felipão, o Palmeiras precisará de mais duas semanas de treinamentos para entrar na condição ideal de jogo. Além disso, o treinador aposta que o time vai ficar fortalecido com as estreias do lateral-direito Cicinho, do volante João Vitor, do atacante Adriano Michael Jackson e do zagueiro Thiago Heleno, recém-contratados pelo clube.

"Acredito que em 15 dias a gente possa cobrar alguma coisa. Vamos evoluir na parte técnica e física e estar em ótimas condições. Até lá, mesmo com dois jogos por semana, vou tentar preparar a equipe da melhor maneira possível. Temos potencial e qualidade. Os reforços estão chegando e aos poucos eles também estarão entrando na equipe", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.