Tamanho do texto

Time portiguar, último colocado na Série B, tem de fazer a lição de casa para não ser o primeiro clube a tomar o caminho da Série C em 2011

Aliviado após a vitória sobre o América Mineiro, que afastou o time definitivamente do risco de queda na Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube vai a Natal, onde nesta sexta-feira enfrenta o América-RN, às 21 horas (de Brasília), no Estádio Machadão. O Mecão, último colocado na competição, tem de fazer a lição de casa para não ser o primeiro clube a tomar o caminho da Série C em 2011.

O técnico Roberto não poderá contar com o zagueiro Luis Henrique, que sofreu uma lesão muscular diante do Coelho. Se repetir a escolha da última terça-feira, o zagueiro Edimar entra improvisado no setor. Independentemente da opção, o momento será de avaliação do elenco, já que o comandante paranista não esconde que, atingido o objetivo de não cair, a cabeça já está em 2011.

"O foco da equipe é diferente daqui pra frente. Jamais vamos deixar de querer ganhar as partidas, mas vamos analisar a situação da comissão técnica e ver quem fica ou não fica", disse o treinador, que já colocou suas condições para permanecer no Tricolor. "A idéia é fazer um planejamento. Futebol exige tempo. Se o Paraná quiser apenas para o Campeonato Paranaense, estou fora", alertou

Com 32 pontos, na lanterna da classificação, o America-RN vive uma situação complicadíssima. Uma vitória em casa ainda mantém as esperanças de escapar do fantasma da degola, com uma arrancada na reta final, com 100% de aproveitamento. Porém, um tropeço deixará a missão quase impossível, principalmente se times como Brasiliense e Náutico conseguirem vencer na rodada.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA/RN x PARANÁ


Local : Estádio Machadão, em Natal (RN)
Data : 05 de novembro de 2010, sexta-feira
Horário : 21 horas (de Brasília)
Árbitro : Djalma Jose Beltrami Teixeira (RJ)
Assistentes : Jorge Antonio Pinheiro Lobato (AP) e Armando Lopes de Souza (CE)

AMÉRICA-RN : Tutti; Cléber, Edson Rocha e Negretti; Wanderson Cafu, Everton, Elielton, Rone Dias e Berg; Vavá e Marcelo Brás.
Técnico : Dado Cavalcanti

PARANÁ : Juninho; Alessandro Lopes, Irineu e Edimar; Murilo, Chicão, Luiz Camargo, Wanderson e Henrique; Kelvin e Rodrigo Pimpão
Técnico : Roberto Cavalo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.