Tamanho do texto

Clubes da ponta da tabela recebem poucos cartões. Já os ameaçados pelo rebaixamento são campeõs no quesito

A atual classificação do Brasileirão mostra que a disciplina é recompensada. O baixo número de cartões recebidos por Vasco , Corinthians , Botafogo e Flamengo , respectivamente nas quatro primeiras posições da tabela, evidencia que o fair play , traz benefícios ao longo da campanha. Os dados são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad .

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Atual líder do campeonato, o Vasco encabeça o ranking dos times mais disciplinados quando o assunto é o número de cartões vermelhos, com apenas dois. O clube carioca figura à frente do Botafogo, Corinthians e Flamengo, que, após a 31ª rodada do Brasileirão, acumulam quatro expulsões cada.

Cristóvão Borges, treinador do Vasco , atribui estes números à qualidade do elenco. "Isso acontece porque nós nos preocupamos apenas em jogar o bom futebol. Quando você trabalha bem os fundamentos e a técnica e visa ao jogo somente, não cabe a falta. Temos um elenco experiente, e a maturidade conta também nestas horas", disse.

Confira a classificação completa do Campeonato Brasileiro 2011

Os times do topo da tabela também apresentam baixo número de cartões amarelos. Corinthians , com 64, e Botafogo , com 67, são os líderes neste quesito. Flamengo e Vasco, com 80 cada, também estão abaixo da média da competição.

Corinthians é o time que recebeu menos amarelos no Brasileirão
AE
Corinthians é o time que recebeu menos amarelos no Brasileirão
"Este fato tem a ver com manutenção de treinador, disciplina e com a parte tática. Quanto mais organizado for um time, menor a chance de levar cartões. Contra o Corinthians , foi a primeira vez que tivemos de jogar muito tempo com um a menos. O Botafogo é muito disciplinado, é um aspecto que cobro muito", declarou o treinador do Botafogo, Caio Jr .

Vanderlei Luxemburgo , treinador do Flamengo, acredita que, apesar de mostrar disciplina em campo, os números do time poderiam ser melhores. Segundo ele, um alto número de cartões influencia diretamente no desempenho da equipe.

“Poderíamos ter tomado menos cartões, nosso time não é violento. Contra o Figueirense (quando o Fla levou seis cartões amarelos), foi visível o quanto foi prejudicial. O jogo seguinte ( empate contra o Vasco ) foi horrível, e a sequência ( derrota diante do Avaí ) também, por causa disso”, afirmou o comandante flamenguista.

Os números corintianos mostram um contraste entre a forte marcação e a disciplina em campo. O Corinthians é o time que mais desarma jogadas e, mesmo assim, conta com um baixo número de cartões e faltas cometidas. Tite possui uma resposta pronta quando questionado sobre o assunto. Segundo ele, essa estatística se deve ao fato de que “dá pra competir duro sendo leal, sem dar pontapé”.

Siga o iG Esporte no Twitter e receba as notícias do esporte em tempo real

Brigando para se reaproximar do pelotão de frente, o São Paulo é a exceção na parte de cima da tabela. Embora não sofra tanto com os amarelos, com 78, número abaixo de Flamengo e Vasco, e faça poucas faltas, o time levou sete vermelhos nesta edição do Brasileirão. É o terceiro time que mais tem jogadores expulsos em todo o torneio.

Willians e Dagoberto em lance violento: os dois times têm baixo número de faltas
AE
Willians e Dagoberto em lance violento: os dois times têm baixo número de faltas

Indisciplina atrapalha times ameaçados
Na outra ponta da tabela, a situação se inverte. Os times da na zona do rebaixamento estão entre os que mais levam cartões no Campeonato Brasileiro . Bahia e Atlético-MG , ainda ameaçados, também se encaixam nesta situação.

Na zona de rebaixamento, Atlético-PR é um dos times que mais sofre com expulsões
AE
Na zona de rebaixamento, Atlético-PR é um dos times que mais sofre com expulsões
Últimos colocados do Brasileiro, América- MG e Avaí não sofrem tantas expulsões, com seis vermelhos recebidos por cada um. Estão atrás de Ceará, com dez, Atlético-MG, com nove, e Atlético-PR , com sete. Entretanto, ambos levam muitos cartões amarelos. O América-MG tem 102, o maior número do torneio, enquanto os catarinenses acumulam 96.

Já o Cruzeiro tem se mostrado um time disciplinado, mesmo à beira da zona de rebaixamento, apesar de ter seis expulsos durante o torneio. O clube é um dos times que menos recebe cartões amarelos e comete faltas, fato que chegou a gerar uma reclamação por parte do técnico Vágner Mancini , que via o time dando muito espaço aos adversários .

"Isso é uma virtude de quem joga futebol. Time em alto nível técnico tende a fazer menos faltas e levar menos cartões. Quando você entra em campo concentrado, não se distrai, está mais perto da vitória. Quando apela para falta ou para reclamar, vai levar mais cartão e prejudicar o time", explicou o treinador do Cruzeiro.

*Colaboraram:Thales Soares, Hilton Mattos e Renan Rodrigues, do iG Rio de Janeiro, e Frederico Machado, do iG Belo Horizonte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.