Tamanho do texto

Capitão e zagueiro do Atlético-MG diz que multa contratual poderia ser paga por todos os jogadores

A diretoria do Atlético-MG ainda não decidiu se vai pagar a multa de R$ 200 mil para ter Pierre em campo na partida contra o Palmeiras , no próximo domingo, na Arena do Jacaré. Mas nesta terça-feira, o zagueiro Leonardo Silva afirmou que toparia participar de uma espécie de 'caixinha' para arrecadar o valor necessário para o Atlético-MG escalar o volante.

Veja também: Atlético-MG deixa o Z-4 depois de sete rodadas. Veja a classificação

"Isso a gente deixa a cargo da diretoria, se você quiser ajudar a gente deixa, já que está sabendo de valor. É um excelente jogador, que vai nos ajudar bastante se estiver em campo, vem bem, vamos esperar até o final de semana. Mas, se precisar ratear, a gente ajuda também", declarou o defensor, que destaca a importância de Pierre para equipe.

Leia também: Pierre diz que pagaria a multa para jogar se fosse o Atlético-MG

"Todo mundo está vendo o suporte que o Pierre vem dando . Desde que entrou, ele vem fazendo bom papel. A gente conta com o jogador, mas isso não depende só de nós, a gente espera ter ele em campo, mas temos de ver a condição contratual dele para jogar domingo", disse.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Pierre pertence ao Palmeiras e está emprestado ao Atlético-MG até o final do ano, assim como, o atacante Ricardo Bueno , que foi cedido ao time paulista, que não pretende pagar para usar o avante. Se o técnico Cuca não tiver o atleta em campo contra o Palmeiras, poderá utilizar o volante Serginho como substituto, já que o jogador cumpriu suspensão na rodada passada e está liberado para atuar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.