Tamanho do texto

Depois da venda de Jonathan, nenhum atleta conseguiu se firmar e clube tem poucas opções na posição

Desde que o lateral-direito Jonathan foi vendido para o Santos no final de 2010, nenhum jogador conseguiu se firmar na posição no Cruzeiro . Para 2011, a diretoria conta com o retorno de Marcos, que estava emprestado ao Bahia . O jogador não conta com concorrentes, já que o clube tentou contratar outro lateral mas não teve sucesso.

Veja também: Zagueiro Léo prevê briga boa na defesa com novos reforços

Bons jogadores passaram pelo lado direito do Cruzeiro recentemente. Maurinho, Maicon e Jonathan são exemplos. Mas, na última temporada, o clube mineiro sofreu para achar um lateral titular na direita e acabou improvisando em várias partidas. Os volantes Marquinhos Paraná e Leandro Guerreiro e o zagueiro Léo "quebraram o galho" por ali durante a temporada passada. Vítor, Pablo e Gil Bahia, laterais de ofício, não convenceram e não estão mais no clube.

Leia também: Cruzeiro espera usar lições do péssimo 2011 na pré-temporada

Para 2012, a grande aposta está em Marcos , revelado na base cruzeirense mas que nunca se firmou na Toca da Raposa II. O jogador estava emprestado ao Bahia e espera mostrar seu valor. "Já passei por aqui. Sei o quanto essa camisa pesa. Acho que é difícil jogar aqui, mas tem que estar preparado. Quando passei por aqui, era mais novo. Agora, venho com mais experiência. Rodei, voltei e quero me firmar com a camisa do Cruzeiro", afirmou o lateral, que está trabalhando forte na pré-temporada.

Seu retorno ao Cruzeiro tem o aval do técnico Vágner Mancini . "Passei um momento difícil lá (no Bahia). Mas, graças a Deus, tive determinação, vontade. Consegui dar a volta por cima e terminei o ano bem. O Vágner Mancini pediu para que eu voltasse, já vinha acompanhando meu trabalho. Estou de volta à boa casa", disse em tom otimista o lateral.

O zagueiro Léo, que foi muito utilizado pela direita no Brasileirão passado, lembra que uma defesa forte também precisa de laterais que marcam muito. "Defesa não é feita somente de zagueiros. Tem laterais e volantes também. Espero que os jogadores que chegaram possam nos ajudar a formar um time competitivo nesse ano", afirmou o defensor.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a disputa na lateral

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.