Tamanho do texto

Atacante do Palmeiras define novidade como "ridícula", mas Leandro Amaro diz que jogadores nada podem fazer

Kle ber se irritou com a informação de que a CBF marcou partidas para as 21h de sábado no Campeonato Brasileiro. E definiu a novidade como uma imposição que só é possível por causa de jogadores que não se manifestam. Dentro do próprio elenco do Palmeiras existem exemplos do que o capitão critica.

O "Gladiador" se mostrou indignado. "É ridículo (o jogo às 21h). É culpa dos atletas, que não se posicionam", responsabilizou o capitão palmeirense, que não teve influência na postura do zagueiro Leandro Amaro. "É complicado, o jogo é muito tarde, mas não podemos fazer nada", comentou o defensor mesmo após saber o que disse Kleber.

Kleber durante treino palmeirense
Futura Press
Kleber durante treino palmeirense

O camisa 30 exige mais ação dos atletas. Na semana passada, também foi duro nas críticas ao estado do gramado do Uberabão, cheio de poças, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Segundo o atacante, a situação mudará apenas quando os jogadores se unirem, porque, para os organizadores, o bem estar do time fica em segundo plano.

"Ninguém pensa no atleta. Se puderem, colocam o jogo com o sol queimando na nossa cabeça", comentou Kleber, em alusão também a partidas que já foram jogadas às 8h30 ou às 11h em temporada anteriores.

"A partida que começa às 21h só terminará às 23h. Teremos de esperar o outro dia para voltar quando o jogo for fora. Quando jogamos em casa, é o que acontece com o outro time", emendou o capitão do Palmeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.