Tamanho do texto

Um deles é o atacante Henrique, que está próximo do futebol inglês. Os outros dois não são revelados pelo presidente

O presidente Juvenal Juvêncio não vai admitir que o São Paulo faça em 2012 algo semelhante ao que fez no ano passado. Nesta terça-feira, o mandatário foi contundente ao reafirmar que a culpa pelos fracassos recentes foi do elenco e ao avisar que não vai admitir falta de comprometimento dos jogadores. Ele não restringiu a cobrança à esfera esportiva e afirmou ainda que a única obrigação do time é ter caráter.

Leia também: Leão confirma ausência de Rogério Ceni na estreia do Paulistão

"Eu disse que o problema não era técnico, que era o plantel. E era. Onde vocês viram alguém falar isso? Onde vocês viram?", disse, aumentando o tom de voz e prometendo dar sequência à reformulação iniciada no fim da última temporada. "O Dagoberto, se eu pagasse o que o Internacional ofereceu, ficava. Não paguei. O Rivaldo também foi. O Jean foi. O Marlos sabe driblar, é rápido, mas não faz gol. Foi. Saiu o Paraíba, o Xandão. E ainda vão sair mais três".

Um dos três é o atacante Henrique , promessa das categorias de base que não conseguiu se firmar entre os profissionais e está próximo de ser emprestado ao Queens Park Rangers, da Inglaterra. "O Henrique depende de alguns ajustes. Não vou falar quem são os outros para não desvalorizar muito, mas vou negociar", emendou Juvenal.

Veja ainda: Jadson chega ao Brasil, visita CT e assina com o São Paulo

A falta de comprometimento citada pelo atacante Luis Fabiano serviu de argumento para que a bronca do presidente ganhasse mais impacto. O camisa 9 ainda falou em grupinhos que foram desfeitos, algo que também foi comentado pelo mandatário.

"O Luis Fabiano dá entrevista e diz que faltou comprometimento. É o próprio jogador que está falando, não sou só eu. Esse ano não vai faltar. Se faltar, mando embora", ameaçou. "Panela não existe, eu bato forte, não deixo. O que existia era uma complacência. Vocês sabem como é. O São Paulo paga em dia, dá conforto".

Se muitos passaram pela porta de saída, outros estão chegando. Os zagueiros Paulo Miranda (ex-Bahia) e Edson Silva (ex-Figueirense), o lateral esquerdo Bruno Cortês (ex-Botafogo), o volante Fabrício (ex-Cruzeiro) e os meias Maicon (ex-Figueirense) e Jadson (ex-Shakhtar Donetsk) já foram anunciados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.