Tamanho do texto

Meia, que jogou por Corinthians e São Paulo, sabe que rivais paulistas torcerão contra e pede respeito dos santistas pelo Kashiwa

O meia Jorge Wagner , que defende o Kashiwa Reysol, do Japão, adversário do Santos na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa , na próxima quarta-feira, às 8h30 (de Brasília), no estádio em Toyota, pediu o apoio dos rivais paulistas para estragar o sonho do time de Neymar e companhia, que esperam jogar a final da competição contra o Barcelona , da Espanha.

Leia também: Neymar faz japonês usar moicano e trocar Corinthians por Santos

“A rivalidade lá no Brasil é muito grande, ainda mais em um momento como esse, Mundial de Clubes aqui no Japão. Todos os japoneses estão torcendo pela nossa equipe aqui, mas coisa que não acontece no Brasil. Vamos ganhar muita torcida lá do Brasil”, afirmou o meia.

Além do fluido positivo do Brasil, os brasileiros que atuam no Kashiwa – Jorge Wagner e Leandro Domingues – sabem que existem muitos torcedores do Corinthians , São Paulo e Palmeiras no Japão. O time de Parque São Jorge, inclusive, conta com uma torcida organizada no país.

E ainda: No Japão, Ganso reinicia ‘guerra’ com Santos e pede valorização

O ex-meia do São Paulo diz que o mundo inteiro está ansioso para ver a decisão entre Santos e Barcelona. O fato não agrada muito Jorge Wagner, que pediu um pouco de respeito com o atual campeão japonês.

“É o que o mundo está esperando, Santos e Barcelona na final, mas futebol não é assim, tem que ter respeito. Nós sempre tivemos o respeito aqui no Japão. A maioria das coisas vem da imprensa, eu sei que os jogadores tem respeito”, disse.

Confira a tabela do Mundial de Clubes da Fifa 2011

Jorge Wagner vestiu a camisa e conquistou títulos por dois rivais paulistas do Santos – Corinthians e São Paulo. Além disso, o Palmeiras fez uma proposta ao meia para voltar ao Brasil na temporada 2012, mas o jogador recusou e pretende ficar no Kashiwa até o final do próximo ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.