Tamanho do texto

Goleiro Aranha coloca culpa da derrota na falta de entrosamento entre os reservas do Santos

Além do técnico Muricy Ramalho , os jogadores do Santos reconheceram que o time reserva não teve uma boa atuação na derrota para o Mogi Mirim , por 3 a 1, neste sábado, no estádio Romildão. O goleiro Aranha e o zagueiro Bruno Rodrigo admitiram que os reservas do time alvinegro ficaram devendo futebol diante do clube do interior, em confronto válido pela 13° rodada do Campeonato Paulista .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"A equipe não se encontrou no jogo. Até começamos bem, fazendo o gol [com o jovem atacante Dimba ], mas perdemos o ritmo. O time reserva é desentrosado e acabamos não conseguindo o resultado que desejávamos", disse Aranha, que realizou uma série de defesas no final do primeiro tempo, evitando que o Mogi fosse para o intervalo já em vantagem no placar.

O JOGO: Com reservas, Santos tem sequência positiva quebrada pelo Mogi

Bruno Rodrigo falou sobre a derrota e a sua visão da partida contra o Mogi Mirim foi parecida com a de Aranha. "Erramos muito. Não foi o (futebol) que apresentamos no começo do campeonato. Acordamos muito tarde no jogo e não deu para revertermos o placar", comentou.

PÓS-JOGO: Muricy evita críticas aos reservas e vê Mogi Mirim superior

Crítico, o zagueiro santista pensa que os atletas perderam a oportunidade de mostrar serviço a Muricy, diante do Mogi Mirim. "Deixamos uma má impressão. Não jogamos o que estamos acostumados, falhamos muito. Temos consciência de que cada um poderia ter dado um pouco mais em campo", encerrou Bruno Rodrigo.

Ajude o Santos a aumentar sua torcida virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.