Tamanho do texto

Em dívida com o grupo, preocupação dos dirigentes do clube no momento é apenas em reforçar o elenco

Renato cobra esforço da diretoria quitar pagamentos
Alexandre Vidal/Fla Imagem
Renato cobra esforço da diretoria quitar pagamentos
O Flamengo ainda deve premiações, luvas e salários aos jogadores, mas os dirigentes estão preocupados, no momento, em reforçar o grupo para o restante da temporada. Com propostas que variam de três milhões de euros ( para Kléber, do Palmeiras ) a oito milhões de euros ( para André, do Dínamo de Kiev ), eles aguardam respostas. Enquanto isso, quem vem treinando no Ninho do Urubu e precisa conviver com a pressão da torcida , espera pelo cumprimento dos compromissos.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

Pelo site oficial, a diretoria chegou a anunciar que havia quitado as dívidas e feito a promessa de pagamento das luvas para o início de julho. Os jogadores não sabem o que esperar, mas, pelo menos nas declarações, procuram dar um voto de confiança aos dirigentes do Flamengo, representado pelo vice-presidente de finanças, Michel Levy, que já foi cobrado publicamente pelo técnico Vanderlei Luxemburgo em duas oportunidades.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

“A gente sabe que o Flamengo tem pendências, ações trabalhistas, mas fazer o quê?”, disse Renato , conformado com a situação. “O torcedor não sabe dessa situação. A gente tem que trabalhar de qualquer forma. Se o Flamengo está afim, que contrate. Os reforços serão bem-vindos. Mas espero que a diretoria veja o trabalho deles, pois estamos fazendo o nosso”, disse Renato.

Enquanto aguardo o pagamento das pendências, os jogadores voltam a treinar em tempo integral nesta quarta-feira, no Ninho do Urubu. O técnico Vanderlei Luxemburgo vai começar a montar o time sem Willians e Bottinelli , suspensos, para o confronto com o Atlético-MG , sábado, no Engenhão, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

O Flamengo ocupa a décima colocação no Brasileiro, com apenas sete pontos ganhos em cinco jogos. Com um ponto a mais, o Atlético-MG está em quinto lugar.

“Tivemos muitos empates. Estamos a três pontos do quarto colocado. Com duas vitórias seguidas, a gente chega lá em cima”, disse Renato. “É preciso entender também que, esse último empate ( 0 a 0 com o Botafogo ), foi com um jogador a menos desde os 24 minutos do primeiro tempo. Mesmo assim, jogamos de igual para igual e criamos chances de gol. Não foi uma vitória, mas é como se fosse”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.