Tamanho do texto

Convocado na última terça, goleiro também espera 'abrir portas' da seleção para outros botafoguenses

Jefferson foi o último goleiro convocado pelo técnico Mano Menezes para a Copa América, que começa em julho, na Argentina . Após a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) liberar a inscrição de mais um goleiro para todas as seleções, o jogador do Botafogo foi chamado na última terça-feira . Mas o fato de ter sido o terceiro na lista não faz com que Jefferson se acomode. O 'camisa 1' da equipe carioca quer conquistar a titularidade na Copa América durante os treinamentos.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Respeito muito o Júlio César e o Victor, que estão na minha frente, mas vou para a seleção brasileira para jogar. Os treinamentos serão meus jogos. Vou procurar agarrar cada oportunidade para poder jogar", disse o goleiro, que contou como soube da notícia de sua convocação.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

"Depois do treino, o Anderson Barros (gerente de futebol) me chamou e contou que eu tinha sido convocado. Liguei para a minha esposa e comemorei com ela. Mas quero pensar no Botafogo esta semana e depois na seleção", declarou Jefferson.

Clube que mais cedeu jogadores à seleção em Copas do Mundo, o Botafogo não enviou representantes nas três últimas edições do torneio, em 2002, 2006 e 2010 . Por isso, Jefferson espera que sua convocação chame atenção para que outros jogadores da equipe carioca possam ser chamados.

"Estou com 28 anos, tenho a Copa América pela frente e depois a Copa do Mundo. Quero representar o Botafogo e abrir portas. Pela grandeza do Botafogo, o clube ficou muito tempo sem dar jogadores para a seleção. Com a minha convocação, e as de Loco Abreu e Arévalo no Uruguai, espero que a gente possa puxar essa fila com outros atletas", disse o goleiro do Botafogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.