Tamanho do texto

Após derrota no Recife, São Paulo não poderá jogar partida de volta no Morumbi, mas volante segue confiante

Ao final do jogo contra o Santa Cruz, do qual o São Paulo saiu derrotado por 1 a 0, os jogadores destacaram a força do time na partida de volta, já que contariam com a força de sua torcida no Morumbi. Os zagueiros Alex Silva e Miranda foram alguns dos atletas que deram declarações do tipo, esquecendo que por conta dos shows da banda irlandesa U2, o jogo acontecerá na Arena Barueri .

Nesta quinta-feira, o volante Jean comentou o fato de jogar como mandante, mas longe da casa são-paulina. Para ele, o fator casa continua sendo relevante mesmo nessa situação, até por conta do bom desempenho recente do São Paulo em Barueri. Foi lá, por exemplo, que o time venceu o Corinthians no último domingo, encerrando o tabu de mais de quatro anos contra o rival.

“Ali nós temos grandes resultados e vamos tentar manter essa sequência em Barueri. É claro que vai ser um campo menor, eles vão se fechar mais ainda. Mas também teremos que marcar mais ainda e buscar o gol. Por ser menor vai ser difícil, mas temos bons resultados e conhecemos bem ali”, disse o camisa 2.

Se por um lado a capacidade do estádio na cidade vizinha é menor do que seria no Morumbi, por outro Jean vê a vantagem de a torcida são-paulina poder transformar a Arena Barueri em um “caldeirão” para pressionar o adversário.

“A gente sabe que o Morumbi é a nossa casa e claro que seria melhor jogar lá, porque cabem mais torcedores. Mas como vai ser em Barueri, agora temos que ressaltar os pontos positivos. Se a torcida lotar, pela diferença de proximidade das arquibancada, a torcida vai ficar mais em cima do campo. Temos que aproveitar isso e vamos pedir pra torcida ir lá pra Barueri ajudar o nosso time”, afirmou

Titular no São Paulo desde 2008, Jean já sofreu com diversas eliminações, principalmente em Copas Libertadores, mas sempre contra times tão fortes (ou até mais) que o São Paulo. Por isso, ele nem pensa em falar sobre o possível vexame que seria cair na Copa do Brasil já na segunda fase e contra uma equipe que, apesar da tradição, disputa hoje a Série D do Campeonato Brasileiro.

“Não quero nem pensar nisso. Não sei o que vai acontecer, mas espero que não tenha que responder isso. Espero ver o que vai acontecer para depois falar”, disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.