Luís Campos
Divulgação
Luís Campos

As primeiras palavras do técnico Christophe Galtier, no dia de sua apresentação - pedindo "disciplina dentro e foram de campo" -, deram o tom de como seria o PSG nessa temporada.

Após gastar milhões com contratações e salários e o time decepcionar seguidamente na Champions League, a nova estratégia do clube francês é impor um regime rígido ao elenco, principalmente para as estrelas, Messi, Neymar e Mbappé.

Para isso, o clube também contratou Luis Campos como diretor esportivo. De acordo com o L'Équipe, o português tem a total confiança do presidente Nasser Al -Khelaifi e já marcou as linhas no primeiro dia em que se encontrou com os jogadores.

Na ocasião, deixou claro que as regras seriam estabelecidas e que todos eram obrigados a cumpri-las. "Se houver quem não concorde, está livre para sair", acrescentou.

As novas regras que prevalecem no PSG, porém, vão além dos muros do clube. Além de cafés da manhã e almoços para todo o elenco junto, e proibição de ligações telefônicas, para favorecer as relações de grupo, o elenco está impedido de curtir nas noites de Paris.

Luis Campos teria sido informado das principais casas noturnas frequentadas pelos jogadores, tendo certo controle sobre as ações do elenco.

Essa medida tem a aprovação de Galtier, que comentou internamente que se houver jogadores que saiam da linha, serão mandados embora imediatamente. "Nenhum jogador ficará acima do grupo", garantiu.

Até agora, nenhum jogador se opôs a essas medidas. Porém, em 2019, com a chegada de Leonardo, o PSG também queriam dar um tom duro ao elenco, comandado por Neymar e Mbappé, porém, o diretor brasileiro não conseguiu cumprir essa meta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários