Caio Henrique foi o destaque do Monaco na última temporada
Reprodução/Twitter
Caio Henrique foi o destaque do Monaco na última temporada

Em grande fase no futebol europeu, o lateral-esquerdo Caio Henrique (veja fotos na galeria abaixo) não tem permanência garantida no Monaco para a próxima temporada, segundo apurou o iG Esporte.

Com passagens por Fluminense e Grêmio, Caio tem contrato até 2025 com o time da Ligue 1, mas dificilmente deve cumprir, já que tem sido alvo de grandes clubes europeus nas últimas janelas de transferências e cogita novos desafios na carreira que o possibilitam conquistar oportunidades na seleção brasileira.

Antes de contratar Nuno Mendes, o PSG se interessou na chegada de Caio Henrique, mas optou pelo português de 20 anos. Novo consultor de futebol dos parisienses, Luís Campos é conhecedor do futebol do brasileiro e mantém o jogador no radar, mas uma possível contratação dependeria das eventuais saídas dos laterais Bernat e Kurzawa.

O Barcelona é outro clube que o jogador de 24 anos teve seu nome ligado nos últimos meses. O time catalão nutre uma boa relação com o ex-jogador Deco, um dos representantes da carreira do atleta, e buscam um substituto futuro para Jordi Alba.

No entanto, a ‘ameaça’ do Fair Play Financeiro deixa o Barça em alerta, o que faz cogitar outro tipo de negócio com o Monaco pelo lateral. 

Outras ligas do futebol europeu também foram colocadas como possibilidades na carreira do jogador, como a Premier League. O staff do lateral deve sentar com os interessados em breve e conversar com o Monaco sobre o futuro de Caio. 

A saída do Monaco seria uma porta para novas oportunidades na seleção, algo que o lateral vem buscando desde que vem se destacante no futebol europeu e acredita ser capaz para tal. Na última temporada, Caio colecionou números melhores que Alex Sandro, Alex Telles e Renan Lodi, laterais-esquerdos que disputam espaço na convocação de Tite para a Copa do Mundo do Catar. 

Em 2021/2022, Caio realizou 49 jogos, com 12 assistências e dois gols marcados. O trio da seleção somam, respectivamente, três, cinco e nove participações em gol cada um.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários