Vítima de um acidente de carro, Rincón morreu nesta quarta-feira
Reprodução/Twitter
Vítima de um acidente de carro, Rincón morreu nesta quarta-feira

A mãe do motorista de ônibus que colidiu no carro onde estava o ídolo de futebol colombiano Freddy Rincón (veja fotos na galeria abaixo) destacou que seu filho não tem culpa pelo acidente, em entrevista ao portal "Semana", antes do anúncio da morte do ex-atacante.

"Meu filho não foi culpado", afirmou Clara Jazmín Beltrán.

O próprio motorista, identificado como Jorge Eduardo Muñoz, de 28 anos, relatou à rádio "Tropicana Cali" que passou do sinal quando a luz já estava verde e o da outra rua estava vermelho.

"Ele está bem emocionalmente", afirmou a mãe. "Logicamente não está preparado para que algo assim aconteça, mas está muito calmo, não se sente culpado pelo que aconteceu, pois como visto no vídeo que circulou nas redes meu filho não tem culpa pelo que aconteceu".

Leia Também

No vídeo que mostra o momento da colisão do ônibus com o veículo onde estava  Rincón, é possível ver que duas pessoas descem deste automóvel e pegam um táxi. O paradeiro delas é desconhecido.

A declaração de Jorge foi dada a partir da Clínica Vallesalud, em Cali, onde ele está internado e ainda deve passar por uma cirurgia. Ele sofreu um leve trauma na cabeça e no osso parietal direito (no crânio), além de apresentar múltiplas fraturas no corpo, 16/17 comprometendo a tíbia e o joelho de uma das pernas.

"Inicialmente, sua função neurológica foi avaliada devido a traumatismo cranioencefálico. Uma tomografia computadorizada cerebral foi realizada que descartou lesões intracranianas. Foi avaliado pelo serviço de neurocirurgia com acompanhamento neurológico satisfatório", informou o médico Carlos Fernando López, acrescentando que o paciente está em boas condições gerais de saúde.

Segundo Jorge Eduardo, funcionário do sistema de transporte público há oito meses, a velocidade do ônibus estava dentro do limite enquanto dirigia na pista exclusiva do ônibus e, ao passar pelo teste do bafômetro, o resultado deu negativo para consumo de bebida alcoólica. Jorge afirmou ainda que o acidente ocorreu no início de seu turno, de forma que naquele momento o ônibus não tinha passageiros. Ele disse também que foi surpreendido ao acordar no hospital e descobrir que outra vítima do acidente havia sido Freddy Rincón.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários