Benzema foi novamente decisivo na Champions League
Reprodução/Twitter - 12.04.22
Benzema foi novamente decisivo na Champions League

Mais uma noite histórica de Champions League no Santiago Bernabéu. Nesta terça-feira, o Real Madrid perdeu para o Chelsea por 3 a 2 na prorrogação, mas graças ao resultado de 3 a 1 ida, conseguiu a classificação para a semifinal da competição. Mount, Rudiger e Werner marcaram para os Blues, enquanto Rodrygo e Benzema, já no tempo extra, fizeram para os merengues.

(Confira abaixo a galeria de fotos de Real Madrid 2 x 3 Chelsea)


Agora, o Real Madrid espera o vencedor do confronto entre Atlético de Madrid e Manchester City, que se enfrentam nesta quarta-feira, em Madrid. O jogo de ida foi 1 a 0 para o time inglês.

SUBINDO A MOUNTANHA
Em desvantagem no confronto por ter perdido o jogo de ida por 3 a 1, o Chelsea chegou ao Bernabéu com a missão de fazer história. Logo aos 15 minutos de jogo, os Blues aproveitaram uma falha de marcação da defesa madridista para abrir o placar. Mount recebeu assistência de Timo Werner, invadiu a área e bateu colocado no canto de Courtois para inaugurar o marcador.

DONO DO JOGO
Mesmo fora de casa, foi o Chelsea que comandou o ritmo de partida no Bernabéu. Na busca do segundo gol para deixar o confronto empatado no agregado, os Blues dominaram a posse de bola durante a primeira etapa e conseguiram segurar o ataque do Real Madrid, que não finalizou uma bola em direção ao gol de Mendy durante todo primeiro tempo.

Leia Também

TUDO IGUAL
Logo na volta do intervalo, o Chelsea acabou com toda vantagem construída pelo Real Madrid no jogo de ida. Em cobrança de escanteio aos quatro minutos, Rudiger subiu mais alto que a defesa do Real Madrid e testou firme no canto de Courtois para abrir 2 a 0 e deixar o placar em 3 a 3 no agregado.

MOMENTO DE TENSÃO
Senhor da partida, o Chelsea continuou em cima de um Real Madrid apático. Aos 18 minutos, os Blues chegaram em velocidade para cima da defesa madridista em contra-ataque, Marcos Alonso finalizou em cima da marcação, mas pegou o próprio rebote e marcou o terceiro. Contudo, o VAR sinalizou toque de mão do lateral do Chelsea e o gol foi anulado.

OBRA DE ARTE HISTÓRICA
Os gols sofridos fizeram com que o Real Madrid acordasse na partida e Benzema, de cabeça, carimbou o travessão de Mendy. Melhor no jogo, o Chelsea seguiu buscando o milagre e ele veio, e veio com requintes de crueldade. Na marca de 30 minutos, Timo Werner recebeu na área, deixou Casemiro e Alaba no chão e tocou na saída de Courtois para fazer o terceiro e virar o confronto a favor do Chelsea. Naquele momento, a classificação para a semifinal estava com o time londrino. Até que...

O RAYO CAI NO BERNABÉU
Apático durante boa parte do jogo no Bernabéu, o Real Madrid melhorou com as mexidas de Ancelotti e principalmente pela entrada de Rodrygo. O brasileiro, que entrou aos 33 minutos, precisou de apenas dois minutos para balançar as redes. Em passe magistral de Luka Modric, o 'Rayo' bateu de primeira na saída de Mendy para descontar o placar e levar o jogo para a prorrogação.

BENZEVINI MAIS UMA VEZ
E na prorrogação, a dupla que tem resolvido para o Real Madrid apareceu mais uma vez para salvar o dia. Com seis minutos de tempo extra, Vini Jr recebeu em profundidade e cruzou. A bola foi na cabeça de Karim Benzema, que tocou no contrapé de Mendy para mudar a vaga de mãos e colocar novamente o Real Madrid na semifinal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários