PSG
Divulgação
PSG

Definitivamente, Lionel Messi não teve um começo fácil no PSG. Discussão com o técnico após uma substituição contra o Lyon, problemas no joelho e atuações muito abaixo do esperado. Diante das muitas críticas, o jogador chegou a pensar em encurtar sua passagem pelo PSG.

Entretanto, conforme o jornal espanhol Mundo Deportivo, embora seus primeiros meses em Paris não tenham sido nada fáceis, a ajuda de amigos no vestiário convenceram o argentino a cumprir o seu contrato até julho de 2023 e, possivelmente, também exercer o "ano a mais" previsto no acordo.

Entre os responsáveis pelo "fico" do craque, destaca-se Neymar, amigo de Messi desde os tempos de Barcelona, além dos companheiros e compatriotas de seleção Di María e Paredes.

O jornal também aponta a afinidade que se desenvolveu entre ele e Mbappé, além da presença da Pochettino no banco.

Messi, no entanto, tem se incomodado muito com o tratamento recebido pela imprensa francesa.

Mídias como o L'Équipe foram especialmente severas nas análises feitas. Nesse sentido, Le Parisien conta que o jogador chegou a reclamar com a diretoria do PSG por não entender o comportamento agressivo da imprensa em seu primeiro ano após sua saída abrupta do Barcelona.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários