Lukaku e Eriksen
Reprodução
Lukaku e Eriksen

O atacante belga Lukaku, que hoje brilha com a camisa do Chelsea, revelou um dos momentos mais difíceis da sua vida.

Ele, que vai jogar na quinta-feira, às 15h45 (horário de Brasília), as semifinais da Liga das Nações, frente à França de Mbappé, concedeu uma entrevista nesta terça-feira à UEFA, onde falou sobre a carreira e relembrou o episódio com o dinamarquês Christian Eriksen, que teve uma parada cardíaca na Euro 2020.

"Durante minha passagem pelo Inter passei mais tempo com Christian do que com a minha mãe, o meu filho e o meu irmão, porque na Itália, com o treino, você fica no clube o dia todo. O quarto dele era perto do meu, jogávamos "Call of Duty" e outras coisas. Então, quando ele desmaiou no campo ouvi falar durante a reunião, comecei a chorar. Estava constantemente pensando nele", afirma o jogador, que teve que jogar contra a Rússia logo após o ocorrido.

"No caminho para o estádio em São Petersburgo, eu precisava de algo para me animar, então decidi jogar para ele durante toda a competição. Queria um momento de apoio e mostrar-lhe que estava com ele. Também enviei uma mensagem e fiquei feliz por ele ter me respondido", apontou.

A outra semifinal reúne a Itália diante da Espanha nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no San Siro, em Milão. A decisão será no domingo, em Turim.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários