Guardiola e Messi
Divulgação
Guardiola e Messi

O treinador do Manchester City, Pep Guardiola, falou sobre como é comandar Lionel Messi e como lidar com a estrela argentina, com quem fez sucesso no Barcelona.

De acordo com ele, a melhor forma é deixá-lo decidir o que fazer, para que tudo funcione e os resultados apareçam.  “Você tem que falar pouco com o Leo e montar um time com colegas que facilitam o trabalho dele. Além disso, deve ouvir muito bem o pouco que ele fala e não se esquecer que ele nunca deve ser tirado de campo, nem mesmo no fim para ser aplaudido", explicou Guardiola para a ESPN.

Vale lembrar que Mauricio Pochettino, treinador do PSG, o substituiu na partida contra o Lyon, e o argentino deixou clara sua insatisfação. Posteriormente, foi confirmada uma lesão no joelho do craque, que deve saber mais detalhes do ocorrido com os resultados de novas avaliações, esperados ainda nesta quinta-feira.

Mauricio Pochettino, aliás, voltou a falar sobre a substituição de Lionel Messi contra o Lyon, esclarecendo que sua prioridade é proteger La Pulga.

"A minha maior preocupação é que o Leo fique bem e que não tem nada que o possa tirar do campo. Os médicos estão o examinando e esperamos que possa voltar rápido à equipe, porque isso é o mais importante. Queremos tê-lo em campo em breve, que esteja feliz, que faça gols, que jogue bem e que ajude a equipe a atingir os objetivos", apontou.

O treinador garantiu ainda que não se surpreendeu com a comoção mundial gerada pela retirada do craque de campo: “O Leo é o melhor jogador do mundo e é normal que tudo o que acontece à sua volta tenha impacto. Minha prioridade é protegê-lo, o que é muito importante para nós do PSG e para a seleção argentina”, disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários