Figo trocou o Barcelona pelo maior rival Real Madrid
Reprodução
Figo trocou o Barcelona pelo maior rival Real Madrid

No início deste mês, Luís Figo, ex-craque do Real do Madrid e da seleção portuguesa, havia comentado num post, feito por Rivaldo, que Vanderlei Luxemburgo foi o pior técnico da sua carreira.

A publicação de Rivaldo exaltava o técnico brasileiro pela conquista do Campeonato Paulista com o Palmeiras.

Em entrevista à "ESPN Brasil", Figo falou pela primeira vez pelo caso e explicou o motivo da sua afirmação. 

"Seguramente há quem defenda uma opinião contrária à minha, o que é respeitável. Somos seres humanos, cada um pode opinar de uma forma diferente. Opinei de acordo com as circunstâncias que vivi sob o comando deste treinador na minha carreira profissional. Foram negativas. Lógico que quem tem uma experiência diferente, opinará diferente de mim. Como sou uma pessoa livre para opinar o que bem entendo e não devo nada a ninguém, não é um problema dar uma opinião nesse sentido. Foram as experiências negativas que tive nesse período da minha vida profissional", disse o ex-craque.

"O que faz ser o pior treinador do mundo? Podemos ficar a tarde todo falando… Em termos técnicos, táticos, pessoais… Mas acho que não vamos ter tempo para isso. Um treinador que não tem personalidade de escalar os jogadores que acha que estão melhor, para mim não conta", completou.

Na época da polêmica, Luxemburgo respondeu a Figo. Em entrevista coletiva virtual, o treinador do Palmeiras foi irônico. "Com respeito a esse negócio do Rivaldo e do Figo, eu fico com o Rivaldo, vou ficar preocupado com o que ele falou. É um grande jogador reconhecendo que fui o melhor treinador para ele. Prefiro ficar com a do Rivaldo. Olhando lá (na postagem), foram mil e poucas entradas para ver, e a do Figo foram umas cinquenta.

Na sequência, ele falou sobre o problema com o português. "Eu cheguei ao Real Madrid em um momento em que era para ele sair. O clube estava querendo, era um momento de troca. Aí o jogador não consegue entender que faz parte do futebol profissional sair de um clube e ir para outro. Não tenho mágoa dele. Se ele acha dessa forma, é um direito dele. Mas eu fico com a do Rivaldo, que não foi um jogador qualquer", ironizou.

Por fim, Luxemburgo também fez elogios ao português. "O Rivaldo, como o Figo, não foi um jogador qualquer, foi jogador de altíssimo nível. Prefiro ficar com a do Rivaldo, deixa a do Figo para lá", completou.

    Veja Também

      Mostrar mais