Real Madrid e Barcelona duelam neste domingo pelo Espanhol arrow-options
La Liga / Reprodução
Real Madrid e Barcelona duelam neste domingo pelo Espanhol

O grande clássico entre Real Madrid e Barcelona , enfim, está de volta, colocando os dois grandes rivais frente a frente numa disputa que vale muito na briga pelo título espanhol da temporada 2019/2020 - e também no histórico geral de confrontos da LaLiga.

Afinal, os dois estão no topo da tabela se classificação (Barcelona com 55 pontos e Rael com 53) e possuem 72 vitórias na história do derby, além de 35 empates. O que torna a partida deste domingo (01) no Santiago Bernabéu muito mais tensa e significativa para os dois clubes.

O primeiro " El Clásico " aconteceu em fevereiro de 1929, e terminou com vitória da equipe de Madrid, por 2 a 1, no antigo estádio Les Corts, em Barcelona. No entanto, a vingança do Barça não tardou, vindo logo no embate seguinte, triunfando por 1 a 0, em pleno estádio Real Madrid Chamartín - que ajudou bastante no primeiro título do Barcelona na LaLiga, ficando dois pontos à frente do grande rival.

E como essa briga pelo título nacional se tornou constante, a inevitável rivalidade logo se estabeleceu. O que ajudou ainda mais a acirrá-la foram episódios como os da temporada 1934/1935, que registrou duas das maiores goleadas da história do confronto: com o Barcelona vencendo por 5 a 0 em Les Corts, com o Real Madrid dando o troco em Chamartín, virando o duelo e goleando por nada menos que 8 a 2.

Ainda assim, a conexão entre as equipes permaneceu estreita. Principalmente quando os jogadores passaram livremente de um clube para outro, nos primeiros anos de Espanhol, como o lendário goleiro Ricardo Zamora e o atacante Pep Samitier, que atuaram por ambas as equipes nos primeiros anos do clássico.

Ao longo dos anos, o lado futebolístico do derby esteve envolvido em fatores sociais e culturais, principalmente entre os torcedores das respectivas cidades. Muitos em Barcelona se identificaram com o nacionalismo catalão, enquanto o Real Madrid continuava orgulhoso de sua identidade espanhola.

As coisas começaram a mudar no início da década de 1950, principalmente com o famoso "caso Alfredo Di Stéfano", de 1953. Quando a estrela argentina estava prestes a ingressar no Barça antes de optar pelo Real Madrid, o que complicou a relação entre eles.

Vale lembrar que Di Stéfano continua sendo o maior goleador dos Blancos na história do "El Clásico", com seus 14 gols em 20 jogos, incluindo um doblete (quando o jogador marca dois gols em uma só partida) em uma vitória fora de casa por 5 a 3, em dezembro de 1960.

Real Madrid e Barcelona duelam neste domingo pelo Espanhol arrow-options
Divulgação
Real Madrid e Barcelona duelam neste domingo pelo Espanhol

Mas, não para por aí. A história entre Real e Barça ainda conta com mais personagens marcantes: como a chegada de Johan Cruyff ao Camp Nou, em meados da década de 1970, contribuiu para o retorno do Barça ao topo - e até hoje se fala muito da atuação do holandês na vitória por 5 a 0 no clássico disputado no mesmo palco do jogo deste domingo (01), o Bernabéu, em fevereiro de 1974. Placar esse que foi repetido em 1994, agora com Cruyff como técnico blaugrana.

Isso, sem falar na surpreendente e controversa transferência do português Luis Figo no início de 2000, indo do Camp Nou diretamente para Santiago Bernabéu - alimentando, mais uma vez, a rivalidade entre os dois clubes. Algo que também aconteceu quando Pep Guardiola e José Mourinho se enfrentaram nos comandos de Barça e Real, respectivamente.

Confronto esse que teve diversos altos e baixos, com os dois intercalando domínios. Se em 2010 os blaugrana foram impiedosos e voltaram a vencer os rivais por 5 a 0, logo no primeiro encontro entre eles; em abril de 2012, o gol de Cristiano Ronaldo praticamente selou o título merengue da LaLiga.

Atualmente, Lionel Messi, do Barça, é o maior goleador do clássico - com 18 gols em 26 jogos -, incluindo um famoso hat-trick no Bernabéu, em 2014. Uma peculiaridade dos últimos anos é que a equipe visitante geralmente obtém resultados positivos. O Barça, por exemplo, venceu nas últimas quatro visitas à capital, enquanto o 0 a 0 de dezembro passado significa que o os Blancos perderam apenas um dos últimos cinco jogos no Camp Nou.

Com isso, o encontro do próximo domingo (01) traz a oportunidade de fazer ainda mais história no "El Clásico" do Espanhol. Já que Real Madrid ou Barça podem, além de dar um passo decisivo na corrida pelo título deste ano, passar à frente no histórico de confrontos.

Saiba onde assistir Real Madrid x Barcelona

O "El Clásico" entre Real Madrid e Barcelona será transmitido apenas pelo FOX Premium , canal a lá carte da FOX, para o Brasil. A partida começa às 17h (horário de Brasília). 

O telespectador precisa assinar a emissora e desembolsar um valor além de sua assinatura mensal na TV paga. Na Claro/Net, o valor é de R$ 15. Já na Sky, é taxa é de R$ 20. Na Oi TV e na Vivo, a assinatura é R$ 30.

    Veja Também

      Mostrar mais