David Ginola atuou com destaque no Newcastle arrow-options
Arquivo iG
David Ginola atuou com destaque no Newcastle

David Ginola , ex-jogador francês que atualmente está com 53 anos de idade, relembrou o ataque cardíaco sofrido em 2016, quando tinha 49 anos, durante um jogo beneficente, admitindo que chegou a ficar literalmente morto por alguns minutos.

"Estive clinicamente morto por oito minutos. Não tinha pulso. Eu estava morto", contou em entrevista ao diário inglês The Sun .

Ginola engoliu a língua e parou de respirar. Os paramédicos chegaram de ambulância com um desfibrilador e a reanimação salvou a vida do ex-lateral, que jogou por grandes clubes da Europa, como PSG, da França, Tottenham, Aston Villa, Everton e Newcastle, todos da Inglaterra.

"Eu estava correndo de volta para a linha do meio de campo depois de marcar um gol quando meu coração parou e caí com o rosto no chão. Os outros jogadores pensaram que eu estava brincando, mas um amigo viu que eu realmente estava mal", disse.

David Ginola arrow-options
Arquivo pessoal
David Ginola

"Engoli minha língua e meus amigos lutaram para tirá-la da garganta, mas meus dentes estavam apertando seus dedos. Não me lembro de nada daquele dia, mas me disseram que eu estava passando mal durante o jogo e até marcando gols".

"Meu amigo Frederic Mendy (também ex-jogador) foi vital, porque permitiu que o oxigênio chegasse ao meu cérebro e é a ele que devo agradecer por estar vivo hoje", finalizou David Ginola.

Além de defender grandes clubes da Europa, Ginola também atuou por cinco anos na seleção francesa, de 1990 a 1995, com 17 jogos disputados e três gols anotados. Em 2015, ele cogitou concorrer na eleição de presidência da Fifa, mas acabou desistindo.

    Veja Também

      Mostrar mais