Lance

O problema do Coronavírus na China está atingindo o campeonato de futebol do país que teve seu início adiado e ainda não tem data para começar. Diversos jogadores brasileiros atuam no país, mas devido ao período de férias, muitos não estão na Ásia, como é o caso de Renato Augusto, que defende o Beijing Guoan.

Leia também: 49ers ou Chiefs? Veja quem é o favorito dos internautas para o Super Bowl LIV

renato augusto arrow-options
Reprodução/ Instagram
Renato Augusto é jogador do Beijing Guoan

O meia que já passou por Flamengo, Corinthians e Seleção Brasileira explicou como está a situação dele e da família. "Eu passei minhas férias no Brasil em dezembro e, no início do ano, segui direto para a Espanha, onde fizemos nossa pré-temporada. Desde que começou o surto de coronavírus , ainda não voltei para a China."

"Voltei para o Brasil para o aniversário do meu filho e iria agora para Shanghai. Devido a esse problema no país, vamos seguir direto para Jeju, na Coreia, porque jogaremos na capital, Seul, no dia 12 de fevereiro pela Liga dos Campeões da Ásia. Vamos ver como estará a situação na China mais para frente. Ninguém sabe exatamente o que vai acontecer", explica.

Mais de 200 mortes e 8.000 infectados por coronavírus na China

Leia também: Paquetá se pronuncia e desmente rumores sobre problemas emocionais

O coronavírus já matou cerca de 259 pessoas na China e infectou 8.000. Treze cidades do país estão isoladas, afetando mais de 40 milhões de pessoas. Na última terça-feira (28), o Shanghai SIPG, equipe do brasileiro Hulk, jogou com portões fechados pela Liga dos Campeões da Ásia.

    Veja Também

      Mostrar mais