Tamanho do texto

Zagueiro Umaru Bangura desperdiçou uma penalidade aos 50 minutos do segundo tempo, deixando os torcedores de Serra Leoa revoltados

Umaru Bangura perdeu pênalti aos 50 do 2º tempo e a seleção de Serra Leoa não pode mais ir à Copa de 2022 arrow-options
Reprodução
Umaru Bangura perdeu pênalti aos 50 do 2º tempo e a seleção de Serra Leoa não pode mais ir à Copa de 2022

A seleção de Serra Leoa não tem mais chances de ir à Copa do Mundo de 2022 , que será disputada no Catar. Jogando em casa, a equipe venceu a Libéria por 1 a 0 na fase preliminar das Eliminatórias africanas, mas como havia perdido o duelo de ida por 3 a 1, acabou sendo eliminada no placar agregado.

Leia também: Goleiro morre em hotel de sua seleção um dia antes de jogo decisivo

Mas a história poderia ter sido diferente caso o zagueiro  Umaru Bangura tivesse convertido o pênalti a favor de Serra Leoa aos 50 minutos do segundo tempo. Ele desperdiçou a chance de fazer 2 a 0 e classificar sua seleção para a próxima fase das Eliminatórias por conta do gol marcado como visitante.

O goleiro liberiano Ashley Williams, de apenas 18 anos de idade, defendeu a batida da penalidade no canto. Assista abaixo:

E a torcida de Serra Leoa ficou revoltada com o fracasso. Após o duelo, muitos torcedores apedrejaram vários veículos que estavam estacionados pelas ruas de Freetown, capital do país, incluindo ambulâncias.

Os mais revoltados foram até a casa do jogador que perdeu o pênalti e, munidos de pedras e paus, destruíram o local.

Leia também: Promessa do esporte brasileiro, jovem morre afogado na piscina da sua casa

"Foi um dos piores dias da minha vida", disse Bangura em declarações à BBC . "Nem posso ir lá fora, não esperava este tipo de hostilidade. Fiz o meu trabalho, assumi a responsabilidade de capitão para bater o pênalti. Estou mesmo desiludido com isso tudo. Ao mesmo tempo, quero pedir desculpa e implorar pelo perdão dos torcedores".

Ibrahim Nyelenkeh, ministro de esportes de Serra Leoa, se disse bastante desiludido com o comportamento dos torcedores. "Fiquei mesmo triste com os serra-leoneses. Alguns energúmenos descontrolados foram à casa de Bangura e a destruíram com pedras. Isso não é bom para o esporte. Ele é o nosso capitão e o futebol também é um jogo de sorte", disse o político.

Leia também: Filho de Cafu morre aos 30 anos após sofrer parada cardíaca

Umaru Bangura tem 31 anos de idade e atualmente defende o Zurich , da Suíça. O capitão da seleção nacional também teve passagens pelo Watford, da Inglaterra, Dinamo Minsk, de Belarus, e Haugesund e Hønefoss, ambos da Noruega.  Mas ele não estará na Copa 2022 .