Tamanho do texto

De acordo com a imprensa local, o treinador ganhou o apoio do ex-campeão mundial, César Luis Menotti, para dirigir a seleção nas Eliminatórias

scaloni arrow-options
Paulo Fischer / WPP / Agencia O Globo
Scaloni foi terceiro colocado na Copa América 2019

Lionel Scaloni não perderá seu emprego depois da campanha ‘questionável’ da seleção argentina na Copa América 2019. O treinador teve uma ajudinha do diretor de seleções nacionais, César Luis Menotti.

Leia também:  Jornal inglês afirma que Van Dijk entrou na mira do Barcelona para 2019/20

De acordo com o jornal Mundo Deportivo , Menotti intercedeu pela emprego de Scaloni ao presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia, por pensar que o treinador tem potencial para conduzir a equipe nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

“A verdade é que eu encontrei uma grande pré-disposição em Tapia para encarar o projeto das seleção nacionais e avançar nessa direção”, disse Menotti ao diário Popular . Segundo ele existe um acordo para que Scaloni permaneça na seleção, tendo seu contrato que vence em dezembro de 2019 renovado.

Segundo fontes da Federação a agencia de noticias Efe, na próxima semana haverá uma reunião com o corpo técnico da seleção argentina, César Luis Menotti e Tapia.

As Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo 2022 começam em março de 2020. Os meses de setembro, outubro e novembro também terão rodadas das eliminatórias, sendo duas rodadas por mês. Em 2021 os meses de março, junho, setembro, outubro e novembro também estão no calendário da Conmebol para as eliminatórias.

Leia também:  Jornal holandês confirma acerto do zagueiro De Ligt com a Juventus

Como na edição para o Mundial de 2018 não haverá grupos, mas uma disputa de todos contra todos. Os quatro primeiros garantem vaga direta e o quinto disputará uma repescagem. A seleção de Scaloni precisará de toda a sua força para se classificar entre os primeiros.