Tamanho do texto

Com gols de Asllani e Jagony a Suécia venceu a retranca da seleção chilena em jogo paralisado por conta da chuva; leia resumo da partida

Lance

suécia vence o chile
Reprodução
Suécia fez 2 a 0 no Chile nos minutos finais após um grande jogo defensivo da equipe sul-americana

Em Rennes, a seleção da Suécia sofreu com a retranca chilena, mas no fim conseguiu a vitória por 2 a 0. Os gols saíram na reta final do segundo tempo com Asllani e Jagony.

Leia também: Marta volta aos treinos e pode reforçar a seleção brasileira contra a Austrália

Considerada uma das potências da competição, a seleção da Suécia impôs um ritmo forte e deu trabalho as chilenas, que apostaram no sistema defensivo para segurar o empate. A primeira chance clara veio aos 15 minutos. Em rápida trama pela direita, a bola cruzou a extensão da grande área e Jakobsson não alcançou.

Melhor em campo, a Suécia mostrava uma variação ofensiva grande e a bola aérea era explorada pelas suecas. Em levantamento da direita, Sembrant cabeceou e Endler praticou um milagre.

Tímida no campo ofensivo, a seleção chilena só chegou nos acréscimos. Araya saiu em velocidade na intermediária e soltou um belo chute, que triscou o poste sueco.

Na etapa final a chuva apertou de vez na cidade de Rennes. Preocupada com a integridade das jogadoras, a arbitragem resolveu interromper a partida e o duelo ficou parado por 43 minutos.

Leia também:  Argentina conquista primeiro ponto de sua história na Copa do Mundo feminina

Quando o jogo recomeçou, a Suécia retomou as rédeas do confronto e colocou a goleira chilena para trabalhar. Em chute de fora da área, Asllani soltou a bomba e Endler mandou para escanteio.

De tanto insistir, a seleção sueca conseguiu sair do sufoco aos 38 minutos. Após bate e rebate dentro da grande área, Asllani aproveitou o erro de marcação da Roja e bateu forte, sem chances para a goleira, 1 a 0.

O Chile ainda se soltou um pouco no ataque, mas nos últimos minutos a Suécia chegou ao segundo gol no Mundial feminino . Após erro na saída de bola, Jagony driblou as marcadoras e bateu forte ao invadir a grande área, 2 a 0.

Leia também:  Advogados de Neymar denunciam pedido de habeas corpus não autorizado

Na segunda rodada da Copa do Mundo de futebol feminino, o Chile encara os Estados Unidos no domingo (16) às 13h00, horário de Brasília. Já a Suécia tenta a segunda vitória diante da Tailândia, as 10h00, também no domingo.