Tamanho do texto

Clube português oferece R$ 26 milhões para o Fluminense e salários de R$ 800 mil para que o Scarpa decida seu futuro e vá jogar no futebol europeu

O Benfica deu uma investida para garantir contratação de Gustavo Scarpa . O jogador do Fluminense se envolveu em uma grande polêmica no início do ano, quando entrou na justiça contra o clube tricolor e assinou contrato com o Palmeiras . No entanto, essa liminar foi caçada e o atleta voltou a pertencer a equipe carioca. Com a proposta de Portugal, a novela pode, finalmente, ter um final.

Leia também: Tite confirma que repetirá time da estreia, mas cobra "ajustes" na seleção

Gustavo Scarpa
Nelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação
Gustavo Scarpa

Gustavo Scarpa , de 24 anos, foi o grande destaque do Fluminense em 2017, mas quase não atuou neste ano devido ao imbróglio. Pelo futebol apresentado com a camisa tricolor, o Benfica ofereceu R$ 26 milhões pelos 60% dos direiros econômicos que pertencem ao tricolor, segundo o jornal A Bola , de Portugal.

Além dos valores ao Fluminense, o jornal recevou que clube de Portugal irá oferecer salários de R$ 800 mil e luvas de R$ 13 milhões por um contrato de cinco temporadas. A proposta já chegou ao seu representante, que nesta altura é o pai de Scarpa, já que o jogador rompeu com os agentes com quem trabalhava, culpando-os por ter avançado demais na rescisão com o ticolor sem fundamentos sólidos.

Leia também: Seleção brasileira não cai na primeira fase de Copa do Mundo há 52 anos

O caso na justiça

O imbróglio começou no início do ano, quando Scarpa processou o Fluminense por débitos de cerca de R$ 9 milhões referentes a atrasos salariais, FGTS e direitos de imagem. O meia conseguiu na Justiça na época a liberação e assinou contrato de cinco anos com o Palmeiras. Porém, em março, o clube carioca conseguiu derrubar a liminar que liberava o meia do vínculo com a equipe.

Ao assinar contrato com o jogador, o Palmeiras estipulou no acordo que possíveis imbróglios judiciais seriam de responsabilidade do atleta e sem a necessidade de se pagar multa rescisória em caso de revés nos tribunais.

Leia também: Machismo marca comportamento de torcedores na Copa do Mundo da Rússia

Gustavo Scarpa continua afastado dos treinos do Palmeiras e tem mantido a forma em treinos por conta própria em Hortolândia (SP), sua cidade natal. O meia assinou vínculo de cinco temporadas, com luvas no valor de R$ 23,5 milhões.

    Leia tudo sobre: Futebol