Tamanho do texto

Pouco mais de um ano depois do fim do relacionamento, Federico Zini deu três tiros na ex-namorada, Elisa Amato

Federico Zini assassinou a ex-namorada Elisa Amato e depois cometeu suicídio
Reprodução
Federico Zini assassinou a ex-namorada Elisa Amato e depois cometeu suicídio

Uma tragédia chocou a Itália e o mundo esportivo neste fim de semana. O jogador de futebol Federico Zini, sequestrou e assassinou a ex-namorada Elisa Amato e depois cometeu suicídio. O crime ocorreu na cidade de Prato, na província de Pisa.

Leia também: CR7 ou Cristianinho? Dona Dolores aposta no neto: 'Mais jeito com a bola'

O jogador de 25 anos de idade deu três tiros na ex-namorada, de 30 anos. Os corpos de Zini e Elisa foram encontrados na manhã de sábado (26), dentro de um carro estacionado diante do campo esportivo da rua Vecchia Fornace, na periferia de San Miniato.

O casal havia se separado há pouco mais de um ano. Desde então, Zini, que jogava pelo Tuttocuoio, da série C do Campeonato Italiano , perseguia Elisa e tentava reatar o namoro. No entanto, não há registros de brigas nem de denúncias da parte da jovem contra o rapaz. A pistola usada no crime estava registrada no nome do jogador, que a teria comprado logo após conseguir uma permissão de posse de arma de fogo.

Leia também: Copas já mudaram as regras do futebol e em 2018 pode acontecer de novo

Segundo uma amiga de Elisa ao jornal Corriere della Sera , após o término, o atleta ainda procurava pela ex e não houve um dia no qual ele não a procurava. "Ela era muito paciente", disse. "Eu disse a ela para cortar todas as relações com o ex, mas ela sentia muito, ela ainda acreditava que Federico era um bom menino e que no final essa paixão teria passado para ele também. Ele disse que seria curado. Elisa acreditava nas pessoas".

Leia também: Ronaldinho Gaúcho desmente que vai casar com duas mulheres: "É a maior mentira"

Carreira 

Federico Zini, jogador do Tuttocuoio, da série C do futebol italiano
Reprodução
Federico Zini, jogador do Tuttocuoio, da série C do futebol italiano

Federico Zini  começou sua carreira na categoria juvenil do Empoli como atacante. Na Itália, passou pelo Borgo a Buggiano, Scandicci e Riccione, até ir para Malta, Mongólia, Filipinas e Bulgária, antes de voltar ao país natal e ser atleta do Tuttocuoio. No exterior, o jogador defendeu o Msida St Joseph, Botev Vratsa, Ceres-Negros, Ulaanbaatar

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.