Tamanho do texto

Jovem francês não gostou nada de não ter sido chamado para a convocação da Copa do Mundo de 2018 e agora tem dúvidas sobre futuro no PSG

Aos 23 anos de idade, Adrien Rabiot foi revelado pelas categorias de base do Paris Saint-Germain
Reprodução
Aos 23 anos de idade, Adrien Rabiot foi revelado pelas categorias de base do Paris Saint-Germain

Adrien Rabiot parece não estar em um bom momento. Depois de não ter sido convocado dentre os 23 nomes da seleção francesa para a Copa do Mundo de 2018, o meia pediu ao treinador Didier Deschamps para que não estivesse na lista dos jogadores suplentes. O pedido foi, inclusive, feito diretamente ao próprio técnico através de um e-mail.

Leia também: Ele fica! Novo técnico convence Neymar de permanecer no PSG, diz jornal

De acordo com informações do jornal Mundo Deportivo , depois do atrito com a seleção da França, Rabiot também causou problemas no Paris Saint-Germain. O jogador de 23 anos de idade teria se negado a renovar o contrato com o clube da capital, já que seu vínculo terminará em junho de 2019.

Segundo a publicação, a mãe do meia, Silvie, é quem gerencia a carreira do atleta e já teria feito contatos com outros clubes para oferecer os serviços do filho. Dentre os times listados, estaria o Barcelona, alguns da Itália e também da Inglaterra. A equipe que teria ficado mais empolgada com a possível chegada do jovem francês foi a Juventus.

Leia também: Cristiano Ronaldo sobre ter Neymar no Real Madrid: "Portas sempre abertas"

A expectativa da família é de que, jogando em outros grandes clubes da Europa, seu valor de mercado possa ser valorizado. Assim, no futuro, teria chances maiores de ser integrado à equipe da seleção francesa . No entanto, caso permaneça no PSG , conta com a possibilidade de que poderá mostrar seu potencial com a chegada do novo treinador Thomas Tuchel, que poderá lhe dar mais oportunidades na equipe.

Leia também: Neymar comove família ao escrever carta à jovem torcedora assassinada na França

Fora da Copa e crítica de Deschamps

Didier Deschamps, técnico da seleção da França
Wikimedia Commons
Didier Deschamps, técnico da seleção da França

Depois fora da lista final da França para a Copa do Mundo, o meia pediu para não ser incluído na lista de suplentes e o treinador criticou a postura do jogador. Deschamps mostrou insatisfação com a reação de Rabiot, que ainda tem 23 anos, considerando que ele cometeu um grande erro ao fazer este pedido.

"Eu fique surpreso, obviamente, mas eu posso entender a decepção, a imensa decepção, mas disso a tomar uma posição deste tipo. Nós estamos falando de um jovem jogador, que teve seu momento na seleção francesa. Ele excluiu ele mesmo. Eu espero que decisões como essa permitam que ele pense porque eu estou convencido que ele cometeu um erro enorme tomando esta posição. No alto nível não há espaço para este tipo de reação emocional, no alto nível temos que ser profissionais em todas as circunstâncias", disse Deschamps sobre Rabiot .


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.