Tamanho do texto

Nei tem mais de 500 jogos em casa e conta que campeonato virtual interno do Inter vai do futebol ao UFC

Nei e sua aparelhagem para 'mergulhar' nos games
Rafael Antoniutti/Trato.Txt
Nei e sua aparelhagem para 'mergulhar' nos games
Visitar a casa do lateral-direito Nei , do Inter , é dar um mergulho no universo dos videogames. A casa do jogador mais se parece com uma lanhouse, tantos são os equipamentos destinados a este hobby.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O aparelho de videogame é o dono da sala de estar. Aliás, 'os games', no plural. O principal cômodo da casa é ocupado por uma televisão, dois consoles: um Playstation 3 e um Xbox, e caixas de som potentes, que garantem uma sensação mais real ao jogo.  

Enquanto recebe o iG , Nei faz duas tarefas ao mesmo tempo. Fala ao telefone, apoiando o aparelho entre o ombro e a cabeça. Os dedos estão ocupados com Playstation 3, passatempo predileto antes de mais um dia de treino no Inter..

Leia mais: Leandro Damião vira messi no videogame antes de jogo do Inter

O videogame é o maior hobby para ele e boa parte dos jogadores do Inter . Quando não está treinando ou jogando, Nei se diverte com os mais de 500 jogos diferentes que tem. Antes das partidas, no hotel da concentração, o Playstations 3 é o companheiro inseparável. Seu maior rival no mundo virtual? O atacante Leandro Damião .

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O iG propôs um desafio para Nei. Uma partida de futebol no videogame. O jogo escolhido foi o "Pro Evolution Soccer 2012". Favorito, o lateral abriu mão de seu time preferido. Deixou o Real Madrid de lado e optou pelo Milan .

Antes de a bola rolar, substituições, mudanças táticas. Nei optou pelo esquema 4-2-3-1. Ibrahimovic e Alexandre Pato formaram o setor de ataque. Robinho ficava no meio-campo, ajudando o setor ofensivo. O Real Madrid foi escalado no 4-2-2-2, tendo Benzema e Higuaín como atacantes, com Cristiano Ronaldo e Özil chegando pelo meio-campo.

Companheiro de Nei, o controle do videogame é vermelho, da cor do Internacional
Rafael Antoniutti/Trato.Txt
Companheiro de Nei, o controle do videogame é vermelho, da cor do Internacional
O jogo ( veja os gols no vídeo ):
O primeiro tempo foi aberto e equilibrado. No início, alguns erros de passes. Aos poucos, os dois times foram se encontrando e criando chances de gol. A rápida troca de passes é uma das armas do Milan, comandado por Nei. Ele arrisca até algumas jogadas de efeito e manda um balãozinho nos defensores do Real Madrid. O placar de 0 a 0 no primeiro tempo foi um grande resultado para o iG.

Segundo tempo começa, os mesmos times em campo. Tudo se encaminhava para um 0 a 0. Aos 40 minutos, o Real Madrid cava um escanteio. Xabi Alonso cobra fechado e Nei já solta um comentário pessimista: “é gol”. Cristiano Ronaldo sobe para a cabeçada e confirma a previsão: 1 a 0 para o Real .

Mais informações sobre o mundo dos games: Acesse o Arena iG

Faltavam cinco minutos para o fim. A vitória parecia certa. Só parecia. O Milan se joga para o ataque. A bela troca de passes começa no meio-campo, Alexandre Pato dribla Casillas e serve Robinho para empatar . Aos 44 do segundo tempo!

Daí em diante, Nei dominou o jogo. A prorrogação foi toda do Milan. Aos sete minutos, Boateng tabelou com Ibrahimovic e chutou no ângulo para virar o jogo . O Real Madrid partiu para o ataque e acabou sofrendo mais um. Aos 12 do segundo tempo, Ibrahimovic foi lançado na cara do gol, driblou Casillas e definiu o placar de 3 a 1 .

FICHA TÉCNICA – MILAN (NEI) 3 x 1 REAL MADRID (iG)
Milan: Abbiati, Abate, Nesta, Tiago Silva e Antonini; Van Bommel, Seedorf e Boateng; Robinho, Pato e Ibrahimovic.
Técnico: Nei.

Real Madrid: Casillas; Arbeloa, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Xabi Alonso, Lass Diarra, Özil e Cristiano Ronaldo; Higuaín e Benzema.
Técnico: Gabriel Cardoso (iG)

Confira a entrevista com o vencedor, o lateral-direito Nei:

iG: Você sempre gostou de jogar videogame?
Nei:
Sempre gostei, mas comecei a jogar na época que comecei a concentrar. Eu não tinha condição de ter videogame, comecei a jogar quando estava na Ponte (Preta), quando os colegas tinham videogame. Aí gostei da ideia.

iG: O que você gostar de jogar no videogame?
Nei:
Gosto de tudo, tirando jogo de corrida, nunca foi meu forte. Gosto de luta, jogo de passar de fase, futebol.

Mesmo durante a entrevista, Nei não larga o controle do videogame
Rafael Antoniutti/Trato.Txt
Mesmo durante a entrevista, Nei não larga o controle do videogame
iG:O videogame é um companheiro inseparável na concentração?
Nei:
Vai sempre. Se o Damião não levar, dá briga. Sempre eu e ele concentramos. Ele leva o videogame, eu levo o projetor e a gente se pega.

iG: Prefere os jogos de futebol?
Nei:
Agora estamos jogando UFC. Jogo com Tinga, João Paulo, Muriel, Damião, Élton. Eu fui o último campeão. O João também tá na briga pelo cinturão. Ele ganhou o primeiro e eu tomei o cinturão dele. Eu gosto de lutar com o Júnior Cigano, que tem um gancho muito forte.

iG: E quem participa do futebol no videogame?
Nei:
Jogo com Élton, Tinga, que só fala e não ganha de ninguém, a mesma turminha. Mas os duelos mesmo são entre eu e o Damião. Se tiver gritaria, é eu e o Damião jogando videogame.

iG: Quem leva a melhor?
Nei: O Damião leva a melhor. No futebol ele é fera. Está na fase boa em tudo. Futebol é difícil com ele.

iG: Imagino que todos queiram jogar com o Barcelona. Tem briga pra jogar com o Barça?
Nei:
Eu gosto de jogar com o Real Madrid, com o Arsenal ou com o Tottenham. Já o Damião é o Messi Futebol Clube. Ele pega o Barcelona, sai jogando com o Messi e dá vontade de dar um soco nele. É muito difícil roubar a bola.

IG: você tem uma pasta cheia de jogos. Tem ideia de quantos são?
Nei:
Tenho uns 200 e poucos aqui e mais uns 300 na casa da minha mãe. Sai lançamento, eu compro. Às vezes compro até repetido, aí vou lá na loja e troco.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.