Tamanho do texto

Atual campeão português saiu atrás no placar, mas contou com boa atuação do brasileiro para vencer

Protagonista da maior zebra da primeira rodada do Campeonato Português, ao empatar com o Benfica por 2 a 2, o Gil Vicente saiu na frente nesta sexta-feira no duelo diante do Porto , mas não conseguiu segurar o resultado na abertura da segunda rodada e sofreu a virada dos donos da casa, que confirmaram a vitória por 3 a 1 com gols do brasileiro Hulk (duas vezes) e do romeno Sapunaru.

Com o triunfo, o Porto dorme na primeira colocação do Português, somando seis pontos na tabela. Já o Gil Vicente segue no sexto lugar, provisoriamente, com um ponto conquistado neste início de temporada. Neste final de semana, outros seis jogos completarão a rodada do torneio.

Apesar do apoio em massa de seu torcedor no Estádio do Dragão, o Porto foi surpreendido logo nos primeiros lances do duelo. Após Sapunaru perder a bola na intermediária, Otamendi derrubou Hugo Vieira na pequena área e viu o árbitro assinalar o pênalti. Aos dois minutos, o Gil Vicente inaugurou o marcador com João Vilela, calando a torcida anfitriã.

O que seria mais um resultado impressionante para o modesto Gil Vicente, logo se transformou em desgraça. Atrás no placar, o Porto não se abalou com o gol sofrido e arrancou o empate, também de pênalti. Aos 11 minutos, João Vilela, autor do gol dos visitantes, cometeu falta em Hulk e o brasileiro, com categoria, igualou o duelo.

Superior na partida, o Porto partiu para cima do modesto Gil Vicente e não tardou para virar o placar. Na marca dos 17 minutos, Hulk cobrou escanteio pela direita e encontrou o romeno Sapunaru livre para subir e cabecear, sem chance de defesa para o goleiro Adriano. 2 a 1 para o Porto, ainda no primeiro tempo.

Já no retorno para a etapa final, o Gil Vicente esboçou uma tentativa de pressão, porém, sem sucesso. Logo aos cinco minutos, em uma cobrança de falta ensaiada, Hulk acertou um forte chute para estufar as redes visitantes e ampliar a vantagem para 3 a 1 no Estádio do Dragão.

Com o placar favorável, o Porto desacelerou dentro de campo e apenas administrou o resultado diante dos visitantes. Sem ceder chances reais de perigo ao Gil Vicente, o Dragão, postado para atuar no contra-ataque após o terceiro gol, não ousou e confirmou sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Português.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.