Tamanho do texto

Meia se lembra de gol histórico do veterano meia e comemora da mesma maneira ao salvar o Vasco

nullHerói da vitória de 2 a 1 sobre o Fluminense , na tarde deste domingo, no Engenhão, Bernardo saiu de campo com sensação de dever cumprido. Duplo sabor, aliás. Além de ter colocado o Vasco no páreo novamente, aos 45 minutos do segundo tempo, quando os corintianos já faziam a festa em Florianópolis, o gol no finzinho do clássico com o Fluminense fez o meia realizar um velho sonho: ter seu dia de Juninho Pernambucano.

O gol de Bernardo recolocou o Vasco na briga. Veja a classificação do Brasileirão

Explica-se: quando criança ainda, Bernardo viu a comemoração do Reizinho da Colina, hoje seu companheiro de time, na virada história de 4 a 3 sobre o Palmeiras, na final da Mercosul de 2000. Dizia para o pai, o ex-jogador Hélio: "Um dia quero ser importante para festejar desse jeito". E não é que 11 anos depois ele consegue? Emocionado, Bernardo pulou as placas de publicidade e fez questão de comemorar com a torcida.



"Foi um lance que acreditei. Saí de traz e fui feliz no segundo lance. No primeiro, o goleiro defendeu. Depois, tive a felicidade de empurrar para dentro do gol. Na hora, me veio aquela imagem na cabeça. Então fiz como ele, pois sei que fui importante hoje. Era um sonho de criança, eu vivia dizendo isso ao meu pai", disse Bernardo.

O gol foi o 18º do meia na temporada. Bernardo é o artilheiro do time no ano - dois a mais que Diego Souza. "É num lance com este que você se consagra. Adoro o Vasco e quero muito fazer história neste clube".

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e comente o gol de Bernardo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.