Tamanho do texto

Principal contratação alvinegra para 2011, atacante teve uma série de lesões musculares e não se firmou

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Guilherme disputou somente 16 jogos em 2011 e marcou apenas dois gols pelo Atlético-MG
Contratado pelo Atlético-MG a peso de ouro para ser o substituto de Diego Tardelli, o avante Guilherme não conseguiu corresponder às expectativas em 2011. Criticado pela torcida, o jogador projeta uma boa temporada com a camisa alvinegra neste ano e espera manter a regularidade na equipe titular para conseguir recuperar o seu bom futebol.

Segundo o avançado, as lesões foram fundamentais para que o seu desempenho com a camisa atleticanan fosse ruim. O jogador espera que a recuperação de sua forma física evite novas contusões e possibilite um desempenho superior já no Campeonato Mineiro.

"O que me atrapalhou foram as lesões. A questão de adaptação eu consegui, até certo ponto, tirar de letra, com a ajuda dos profissionais e dos companheiros. As lesões realmente me atrapalharam muito, porque, quando você se lesiona, precisa de no mínimo três, quatro jogos para se reintegrar ao elenco. Muitas vezes, eu não demorei nem quatro jogos para me machucar novamente", declarou Guilherme, em entrevista à Rádio Globo.

Outro problema apontado pelos críticos para a fase conturbada de Guilherme foi o peso do jogador. O atacante garante que se cuidou durante as férias e vai se reapresentar, na próxima segunda-feira, totalmente em forma para ajudar o Atlético-MG a conquistar títulos em 2012.

"Espero que este ano seja melhor, até porque vou iniciar a temporada junto com o grupo, sem nenhum tipo de problema, até mesmo de peso. Estou inteiro, pronto para dar alegria e espero que possa ser recebido de braços abertos como no ano passado. Me cuidei bastante nessas férias e espero conquistar o título mineiro com o Atlético-MG", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.