Tamanho do texto

Invicto como mandante na fase de quartas de final da Liga dos Campeões, time italiano recebe a visita do Barcelona nesta quarta

Lesionado, Thiago Silva desfalca o Milan
Getty Images
Lesionado, Thiago Silva desfalca o Milan
Donos de histórias bastante tradicionais no futebol europeu, Milan e Barcelona iniciam nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), na Itália, a disputa por uma vaga nas semifinais da Liga dos Campeões . Os italianos não contarão com o zagueiro Thiago Silva , lesionado na coxa. Apesar da ausência do brasileiro, o técnico Josep Guardiola não acredita que o clube espanhol vá encontrar facilidade para despachar o rival.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Espero deles o melhor, já que contam com várias opções no elenco e jogarão para vencer. O Milan é um dos melhores times do mundo e tem alguns excelentes jogadores, como Ibrahimovic”, disse Guardiola.

Leia também: Ibrahimovic cobra 'perfeição' do Milan contra o Barcelona

Thiago Silva é desfalque por conta de uma lesão na coxa durante a vitória sobre a Roma no último sábado, em partida do Campeonato Italiano. Outro brasileiro que não estará à disposição do treinador Massimiliano Allegri é o atacante Alexandre Pato , também lesionado na coxa. Em contrapartida, Robinho está relacionado e deve ser escalado entre os titulares. No Barcelona, não jogam Adriano, Villa e Abidal – que será submetido a um transplante de fígado .

Veja ainda: Robinho e Maxi Lopez são relacionados pelo Milan contra o Barcelona

O Milan não atingia as quartas de final da Liga dos Campeões desde 2007, quando acabou ficando com o último dos seus sete títulos da competição. E ao longo das 15 vezes que chegaram a esta fase, os italianos jamais perderam como mandante. Mas quando recebeu a visita do Barcelona na fase de grupos, foi derrotado por 3 a 2.

E mais: Laporta acredita que Xavi será o próximo técnico do Barcelona

“Não podemos perder em casa novamente”, afirmou o atacante Ibrahimovic , que descartou a possibilidade de o Milan adotar uma postura defensiva. “Temos que jogar nosso futebol e só saberemos se deu tudo certo após o apito final. Vou ao campo para fazer o meu melhor, e esperamos ter uma atuação positiva. A história e a tradição do Milan nos obrigam a jogar com tudo. Precisamos seguir esse caminho”, concluiu o sueco.

A análise do comandante italiano confirma o pensamento de Ibrahimovic. “Vamos enfrentar o Barcelona com coragem, motivação e serenidade. Temos que tentar cometer poucos erros e jogar com mentalidade de ataque”, disse Allegri.

Confira ainda: Platini triunfa em reestruturação na Liga dos Campeões

O último encontro entre os dois times em um mata-mata da Liga dos Campeões foi nas semifinais de 2006, ano em que o Barcelona foi campeão. Após vencer em Milão por 1 a 0, com gol do francês Giuly, o clube catalão segurou o empate sem gols no jogo da volta e carimbou o passaporte para encarar o Arsenal na decisão.

Guardiola esquece polêmica com Ibrahimovic e exalta atacante sueco
EFE
Guardiola esquece polêmica com Ibrahimovic e exalta atacante sueco

Guardiola ignora polêmica com Ibrahimovic

Ibrahimovic não faz questão alguma de esconder que tem Guardiola como desafeto desde a sua passagem pelo Barcelona , na temporada 2009/10. O treinador do clube catalão, em contrapartida, não alimenta nenhum tipo de polêmica com o atacante sueco.

“[O confronto] não será Ibrahimovic contra o Barcelona. Nosso adversário é o Milan, clube que possui mais títulos internacionais do que qualquer outro no mundo. E jogar no San Siro é uma grande honra”, afirmou Guardiola. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.